Mostrando postagens com marcador Turismo na Alemanha. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Turismo na Alemanha. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Turismo na Alemanha bate recorde


Pela primeira vez, a rede hoteleira do país registrou mais de 400 milhões de pernoites. Crescimento se deve principalmente aos turistas estrangeiros. Alemanha é o segundo destino mais procurado da Europa.
Em 2012, a quantidade de pernoites cresceu pelo terceiro ano consecutivo na Alemanha. De acordo com estimativas do Departamento Federal de Estatísticas divulgadas nesta segunda-feira (14/01), o número passou de 394 milhões em 2011 para 406 milhões no ano passado, contabilizando hospedagens em campings, hotéis e pensões com mais de dez leitos.
Segundo a Central Alemã de Turismo (DZT), principalmente os turistas estrangeiros contribuíram para o novo recorde. O número de visitantes de outros países deu um salto de 8% no ano passado, enquanto os pernoites de hóspedes alemães cresceram apenas 3%.
Esse acréscimo se deve principalmente aos turistas asiáticos, mas a quantidade de visitantes vindos de países europeus abalados pela crise também aumentou. "Quando os europeus viajam, vêm à Alemanha", diz Petra Hedorfer, diretora do DZT. O país é o segundo destino turístico mais popular da Europa, atrás somente da Espanha.
A capital alemã também lucra com o boom na indústria do turismo. Segundo a consultoria PricewaterHouseCoopers (PWC), a rede hoteleira de Berlim beneficia-se da atração exercida pela capital. Tal atratividade resultará num aumento do preço das hospedagens na cidade, prevê a empresa. Para 2013, a consultoria estima uma elevação de cerca de 2%, com o pernoite nos hotéis berlinenses custando em média 90 euros.
Os fabricantes de motorhomes também se beneficiam da boa fase da indústria turística alemã. Enquanto as vendas de trailers vêm diminuindo, os motorhomes estão cada vez mais populares, de acordo com Associação da Indústria de Veículos Recreativos (CIVD, na sigla em alemão) de Berlim. Segundo o presidente da instituição, Klaus Förtsch, os motorhomes são considerados artigos de luxo e seus compradores são capazes de resistir às flutuações da economia.
RC/dpa/dapd
Revisão: Luisa Frey

sábado, 20 de outubro de 2012

ALEMANHA Passeio pela Francônia convida ao contato com a natureza

Localizada no norte da Baviera, região pode ser a opção certa para quem procura esporte e lazer em um mesmo lugar. Vales e cavernas compõem um paraíso natural para a prática de esportes radicais.

A viagem começa com um passeio de trem de volta ao passado. A locomotiva histórica, de mais de 60 anos, liga Ebermannstadt e Behringsmühle. A Associação dos Trens a Vapor da Suíça Francônia já restaurou oito trens antigos. A tripulação é composta por amantes da ferrovia. Exercer a função de maquinista, por exemplo, é um hobby.

Além disso, é possível admirar a região por um outro ângulo. Para quem gosta de água e é fã de canoagem, andar de caiaque no rio Wiesent pode ser um ótimo complemento ao passeio de trem. A adrenalina é certa na hora de saltar sobre diques de uma altura de dois metros e meio. Este rio é o único da região que permite a prática de esportes. Os outros, menores, são poupados para proteger o meio ambiente.
Na hora de descansar, a pausa merecida é regada a culinária tradicional e cerveja da região. A atração é o Biergarten, nas proximidades do açude. As salsichas são caseiras.
A maior gruta da Alemanha para apreciar estalactites e estalagmites fica na região da Suíça Francônia (Fränkische Schweiz). Sua formação aconteceu há milhões de anos.
As montanhas rochosas são ideais para escaladas. Alpinistas de todos os níveis de experiência têm a oportunidade de praticar o esporte. O importante é se divertir.
Autora: Bettina Riffel
Revisão: Francis França

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

BAVIERA: Castelos oferecem pernoite aos turistas


Normalmente, os turistas vão para casa após visitar um castelo. Na Baviera, o visitante pode passar também a noite. Além da rica história, os castelos atraem com acomodações exclusivas e instalações incomuns.
Quando a noite cai no castelo Burgellern, próximo à cidade de Bamberg, muitos visitantes vão dormir. Alguns, literalmente, no próprio grande salão do castelo, cujas janelas dão vista para faias de 40 metros de altura; ou num dos outros quartos, onde o hóspede sonha entre antigas paredes de pedra e móveis centenários.
Na região da Francônia, na Baviera, há muitos desses prédios históricos que, além do passeio turístico, oferecem a possibilidade de pernoite no local. Além da rica história, eles atraem com acomodações exclusivas e instalações incomuns. Internet sem fio e salão dos cavaleiros, sauna e porão abobadado já não são mais contradições em tais construções.
Na antiga sala de parto, hoje se descansa
Assim é no castelo Burgellern. Ali, o rei bávaro Ludwig 2°, quando criança, brincava sob as castanheiras. A magnífica residência campestre foi transformada mais tarde em anexo da maternidade de Bamberg. Depois disso, o castelo mudou várias vezes de proprietário, até estar prestes a desabar em 1994. Somente após a família Kastner ter adquirido o castelo em 2005, reformando-o por completo, ele voltou ao seu antigo esplendor.
Hoje, o prédio abriga um hotel, restaurante, salão de banquetes, espaços para reuniões e bar ao ar livre. "Muitas pessoas das redondezas vêm aqui porque nasceram aqui", disse o proprietário do castelo, Joachim Kastner, guiando o visitante através dos diversos cômodos.
Os retratos de antigos proprietários ilustres, que viajaram para o Oriente e empreenderam expedições extraordinárias, estão pendurados nas paredes de pedra. Sempre que possível, os novos proprietários deixam à mostra os resquícios do passado: pinturas de teto e de parede do século 19, uma escadaria magnífica de madeira, pisos originais feitos de carvalho e nogueira com desenhos de losango – um padrão típico da época barroca.
Visitas guiadas ao castelo
Cerca de 30 quilômetros a sudeste, o castelo Unteraufsess repousa pitorescamente sobre um penhasco da era jurássica. Ele ainda é propriedade da antiga família de cavaleiros imperiais dos Aufsess. Já há alguns anos, turistas podem pernoitar no local. "Nós não temos um hotel, mas abrimos as portas do castelo, em primeira linha, para casamentos e outras festas familiares", disse a baronesa Judith von Aufsess, que, com seu esposo, o barão Eckart von Aufsess, vive atualmente fora da propriedade senhorial.
O castelo ganhou sua atual aparência e seu nome em fins do século 17. Oficialmente, sua existência é mencionada pela primeira vez no século 12, mas ao longo da história o castelo sempre foi palco de confrontos militares, nos quais o prédio foi repetidamente destruído e reconstruído. Qualquer pessoa interessada na história do edifício pode contratar uma visita guiada especial. Para crianças, há um passeio guiado sobre a vida no castelo medieval.
Perto de Würzburg está o castelo Steinburg
A cerca de uma hora e meia de carro em direção oeste, encontra-se o hotel Castelo Steinburg. Como a hospedaria de maior altitude em Würzburg, ele se encontra literalmente colado à Würzburger Stein ou Pedra de Würzburg – um dos melhores vinhedos do país.
O prédio em si não é realmente antigo, ele foi construído sobre as ruínas de um castelo do século 13. Desde o início, ele foi concebido como restaurante. Em 1897, foi erguida a parte mais antiga, em estilo Tudor, como local de excursão. Em 1937, a família Bezold comprou a propriedade. Os Bezold reformaram, modernizaram e ampliaram o prédio, administrando-o hoje já na terceira geração.
Distribuídos ao longo de vários prédios interligados, encontram-se diversos cômodos mobiliados: desde antigas camas com dossel, passando por escuros nichos para camas de solteiro até quartos espaçosos com sofás-camas para várias pessoas. Salão dos cavaleiros, abóbadas e quartos com lareira contribuem para a atmosfera especial.
O número de tais castelos e palácios na região é grande. Muitos deles foram abertos à visitação pública somente poucos anos atrás. Não importa para onde olhe, o visitante tem muito que ver – pena que esses lugares sejam usados somente para dormir.

terça-feira, 9 de outubro de 2012

ESPETÁCULO NA CAPITAL: “Festival of Lights” atrai visitantes de todo o mundo a Berlim


Berlim iluminada: de 10 até 21 de outubro, a capital alemã volta a irradiar um brilho especial. Acompanhado por inúmeros eventos paralelos, o 8º Festival of Lights apresentará mais de 70 monumentos, prédios, praças e ruas da metrópole sob iluminação fascinante. Os pontos altos das instalações luminosas deste ano serão, entre outros, as estações de trem central e da Alexanderplatz, o Hackescher Markt, a catedral Berliner Dom, o Portão de Brandemburgo, a praça Gendarmenmarkt, bem como as torres de rádio e de televisão, a Funkturm e a Fernsehturm. As instalações luminosas podem ser visitadas gratuitamente, das 19 horas à meia-noite, em todas as noites do Festival.

Desde 2005, o Festival atrai a Berlim numerosos visitantes de todo o mundo. Em 2012, espera-se mais de um milhão de visitantes. Assim como nos anos anteriores, uma extensa programação foi preparada para o público, que poderá, entre outros, visitar a Berlim iluminada com os ônibus “LightLiner” ou com os barcos iluminados “LightShips” no rio Spree.

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

OUTONO NA ALEMANHA


Quando as folhas caem

A temporada de verão é longo, jardins de cerveja próximos e cafés - é outono na Alemanha. Folhas coloridas reunir castanhas, pipas voam, andam contra o vento ...
Mesmo se o tempo é cada vez mais desconfortável: Fall tem muito para oferecer.

Varredura folhagem

Esta é uma das tarefas que compõem a queda menos divertido: folhas de varredura. Proprietários de imóveis na Alemanha sobre a forma, o "dever de manter a segurança" e são legalmente obrigados a manter o meio-fio para limpar sua porta.


Sol de outono armadilha

Em 23 de Setembro começa no outono do hemisfério norte. Enquanto o sol do equador ao trópico de Capricórnio de movimentos, na Alemanha, as temperaturas sobem durante o dia, em média, até 18 graus, à noite esfria a 4 graus em alguns lugares.

Viajar sozinho

Especialmente interessante é a queda em muitas partes do leste da Alemanha, onde há vários caminhos de vezes prussianas. Se é bom tempo de novo no final de setembro, na Alemanha, que chamamos de "Indian Summer".

Festa da colheita de outono

O outono é a época da colheita. Daí o nome da temporada é devido: "Outono" vem do Indo-Europeu palavra "Sker", que significa "cortar" como é. Os campos na Alemanha estão agora colhidas por e por e arado.


Alemanha o País do vinho

Nas principais regiões vitícolas agora começa a vindima. Cerca de 80.000 em vinícolas Alemanha produzir 9,5 milhões de litros de vinho por ano. A maioria do vinho vem da Renânia-Palatinado: dois em cada três garrafas vêm de Rheinhessen e Pfalz.

Oktoberfest

Outono é também tempo de celebração: a festa mais popular é, naturalmente, a Oktoberfest de Munique. Também em outras regiões da Alemanha será celebrada no outono: festivais de vinho então detidas e peregrinações.


Condução por meio de bancos de nevoeiro

Nas primeiras horas da manhã, em muitos lugares árvores nevoeiro envelope, campos e postes de energia. A partir do solo, o ar fresco da noite sobe e encontra camadas de ar mais quentes - bancos de nevoeiro causados ​​e encantam a paisagem.


Tempo de castanhas

Com um grande estrondo da queda casca espinhosa dos ramos dos castanheiros e explodir no chão. Um marrom escuro para a implantação de três frutos. As crianças fazem assim animais e figuras de fantasia.

Rajadas de tempestade desafiar

O vento pega nos meses de outono e pode ser muito tempestuoso. Nas costas, é mesmo no outono de tempestades - também favorecido pela mudança climática, o nível do mar sobe e aumenta a probabilidade de tempestades severas.

Festa sopa de abóbora

Em muitos restaurantes alemães agora há sopa de abóbora - alguns com sementes de abóbora assadas, óleo de semente de abóbora e creme chantilly. Dependendo da abóbora gostos locais diferentes cada uma. Há até mesmo comida de bebê em vasos de carne de abóbora.

Humor erva desfrutar

Laranja, amarelo, vermelho - as cores do outono são as vinhas do Castelo Hambach na cor Palatinado. Perto dali, corre uma das ruas mais antigas de turistas na Alemanha - a rota dos vinhos.

Escritor / Autor: Anja Fähnle | Editor: Friedel Taube

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

HISTÓRIA (K) é um monumento unidade de Leipzig


Em Leipzig, um monumento à revolução pacífica de 1989 está prevista. Mas os moradores e políticos discordam sobre se a cidade precisa de um memorial como em tudo, e como ele deve ser parecido.

A Wilhelm-Leuschner-Platz, no centro de Leipzig é atualmente um canteiro de obras. Dicas nada no monumento futura unidade que estarão aqui no futuro. Pelo contrário, é ainda construída em túnel disputada cidade, que será executado sob a praça. Similar à polêmica sobre o projeto de construção Mega agora divergem, as opiniões sobre o monumento na revolução pacífica em 1989. Tobias Hollitzer entre os torcedores. Ele é um membro da "revolução pacífica" iniciativa do grupo e acredito firmemente que é importante, particularmente em Leipzig tal marca "como uma espécie de suporte para as muitas lembranças, seja na forma de museus, memoriais, ou o Festival das Luzes" para estabelecer. Hollitzer é também a certeza de que a maioria das pessoas em Leipzig quer que o monumento.

Leipzig tem sido um monumento pequeno, sutil para a revolução pacífica: Antes de a Igreja Nikolai, que foi no outono de 1989, o ponto de partida das manifestações segunda-feira, há uma coluna que se parece com os pilares no interior da igreja. Dúvidas também por isso estão aumentando, é chamado em transeuntes Wilhelm-Leuschner-Platz sobre o memorial planejado novo. "Eu não tenho certeza. A memória da unidade está documentado através da coluna com Nikolaikirchhof suficiente", diz um homem Bem, ele acha que houve um fórum de internet, você pode detectar informações sobre os projetos para monumentos e participar na discussão . Mais de 1000 Leipzig aproveitou a oportunidade muitos fizeram manifestar o seu desagrado. "Nós não gostamos de imposto sobre o negócio e não querem outro monumento," é para ser lido lá.

Nenhuma proposta realmente popular
Três sugestões de 38 ex-ainda estão na corrida, mas nenhuma destas ideias seleccionadas por um júri poderia convencer o usuário. Alguns querem que a proposta favorecido pelos juízes "70000" - uma área do tamanho de um campo de futebol com 70.000 fezes coloridas - não porque eles não têm os coloridos, cubos de plástico móveis não parecem suficientemente graves. Sobre Idea No. 2 não era mesmo de qualquer discussão. Proposta mais interessado, se em tudo, No. 3 - uma caminhada de pomar de maçã. O tenor está entre os Leipzig, este assim chamado "Jardim de Outono" é o mal menor. Estas não são boas condições para um memorial, mas os líderes da cidade de Leipzig manter a calma. "Estamos realmente muito satisfeitos com a forma como tudo foi tão longe", diz o não-partidário cultural prefeito Michael Faber, cujo escritório é responsável pela implementação do sistema. Eles haviam acabado de decidir em um processo abrangente, as coisas diferentes foram precedidas por: uma oficina de juventude, um workshop de especialistas, de um plebiscito, em seguida, ele veio para a seleção do júri. "Isso irá começar após o anúncio dos três vencedores mais uma vez um debate feroz era previsível", diz Faber.

Decisão democrática

Mas não só os cidadãos de Leipzig, e os políticos da cidade para discutir o significado ea forma do monumento proposto. Ele será aberto em 9 de Outubro de 2014, o 25 º aniversário das maiores demonstrações de Leipzig segunda-feira, que na época representavam o ponto de viragem da revolução pacífica. Pode ser realizada esta data não é esperado. Enquanto isso, os líderes da cidade seria feliz se pelo menos dois anos, a cerimônia ocorre. 6.500.000 € pode ser emitida para a usina, cinco pagou ao governo federal, o resto do estado da Saxônia. "Além dos custos que militam contra tal monumento, ea forma para nós não é tão convincente. Nós não poderíamos ter imaginado mais provável que uma fundação ou um preço para a participação democrática no presente para ser lançado", disse a vereadora Juliane Nagel. Prefere seu Partido de Esquerda deixaria a Leipzig decidir.Mas em 2009, o conselho da cidade não um pedido inicial de um referendo. Agora ser seguido por um segundo.

Ajuda inesperada vem atiradores porque, ironicamente, a CDU. O também vai entrevistar as pessoas, mas gostaria de, ao contrário da esquerda, também gostei do monumento. Por isso pedem os democratas-cristãos, a Leipzig, paralelo ao votar para a eleição para prefeito, em janeiro de 2013, nos três rascunhos. E, apesar de Sabine Heymann, o vice-presidente da CDU, na cidade de Leipzig conselho tenha de as propostas atuais não parecem mais tão confiante. "Estamos amarrados à mercê da opinião de juízes, para que possamos discutir no momento só nos três primeiros rascunhos. Basicamente seria para o curso, que pode ser realizado", a mulher CDU.

Memorial para a Europa Oriental
Os cidadãos, que estão agora a expressar sua opinião, são algumas dessas pessoas que se manifestavam como Tobias Hollitzer em 1989, precisamente por essa liberdade. Ele espera que a emoção define em breve, porque, independentemente da opinião dos cidadãos, vê neste monumento unidade não é uma questão pura de Leipzig. "Leipzig tem crescido com a importância de manifestações para segunda-feira Symbolort para toda a antiga Alemanha Oriental", disse Hollitzer.Portanto, espero que em breve se destaca em Leipzig, mas não só para a cidade saxã de esperança, mas como uma referência para a importância global da revolução pacífica na Europa Oriental. Estritamente falando alto Hollitzer que todos os cidadãos alemães são questionados. Este, porém, seria adiar a decisão sobre a forma como o monumento deve olhar como agora, provavelmente ainda mais. Uma iniciação em dois anos, a 25Aniversário da revolução pacífica, seria, então, certamente irrealista.

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

HISTÓRIA DA MULHER: Alemanha inaugura museu inédito em Bonn

Um novo museu em Bonn, antiga capital da Alemanha, dedicado exclusivamente às conquistas históricas das mulheres acaba de ser inaugurado. Aberta desde o último domingo (30.09), a casa da história das mulheres apresentará ex posições permanentes e temporárias sobre as principais conquistas femininas para a sociedade desde o ano 40.000 a.C até os dias atuais.

Além de dedicar-se ao papel da mulher no mundo, o novo museu também tem como objetivo apresentar esse panorama histórico sob o ponto de vista das mulheres, deixando de lado a tradicional perpectiva masculina da história.

 
LINK:
www.frauenmuseum.de

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Alemanha registra quase 8% a mais de turistas estrangeiros no primeiro semestre de 2012

Os primeiros sete meses de 2012 foram um sucesso para setor turístico da Alemanha. De acordo com o Departamento Federal de Estatísticas – Destatis – o número de viajantes estrangeiros que pernoitaram no país por no mínimo uma noite cresceu 7,7% e atingiu a marca de 17,2 milhões de pessoas.

A maior parte desse grupo de turistas veio da Holanda (2,4 milhões de pessoas), seguidos por viajantes da Suíça (1,4 milhões) e dos Estados Unidos (1,3 milhões). A maior alta de pernoites foi registrada entre os viajantes da Rússia. De janeiro a julho de 2012, a Alemanha recebeu um número de russos 24,2% maior.

Berlim foi o Estado mais procurado pelos viajantes (37,3%), enquanto Meckelemburgo-Pomerânia Ocidental o menos (4,8%). Já a maior alta em comparação com o ano anterior foi registrada em Hamburgo, que recebeu 16,8% turistas estrangeiros a mais que no mesmo período em 2011.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Estes são os 100 lugares mais populares na Alemanha

A indústria do turismo alemão está na Europa em comparação com o número um - à frente da Espanha e da Itália. Uma pesquisa identificou investigando o que atrações para os hóspedes estrangeiros a melhor.


O Castelo de Heidelberg é o destino mais popular para turistas estrangeiros na Alemanha. Tem realizado um levantamento deTurismo Alemão resultado (DZT) em cerca de 5.500 turistas do exterior, estava na demanda após os 100 lugares mais populares do país.

Entre as dez principais atrações turísticas de oito estados estão incluídos. O segundo lugar na parada de sucessos é o Castelo de Neuschwanstein, a Património Mundial da UNESCO a Catedral de Colônia ficou em terceiro lugar.

Os corredores seguem o Portão de Brandemburgo, o Dresden Frauenkirche, Porto de Hamburgo, a Lorelei, o Palácio Sanssouci, o Castelo de Schwetzingen ea Ilha dos Museus em Berlim.

No geral, os participantes selecionou uma grande variedade de atrações de natureza e cultura na Alemanha. Especialmente os alemães UNESCO Património Mundial atrair muitos turistas estrangeiros, de acordo com a pesquisa. Um dos 100 destinos mais populares incluem 22 dos 36 Patrimônio Mundial na Alemanha.


Estas são as 100 atrações mais populares de visitantes estrangeiros na Alemanha, onde um do Conselho Nacional de Turismo Alemão realizados pesquisa (abril de 2012):
Coloque 1: Castelo de Heidelberg (Baden-Wuerttemberg)
Lugar 2: Castelo de Neuschwanstein (Bavária)
3 º lugar: Património Mundial da Unesco Catedral de Colónia (Renânia do Norte-Vestefália)
Lugar 4: Portão de Brandemburgo (Berlim)
Lugar 5: Frauenkirche, em Dresden (Saxónia)

Lugar 6: Hamburgo Mercado / Fish (Hamburgo)
Lugar 7: Loreley no Património Mundial da UNESCO Vale do Reno, St. Goar (Renânia-Palatinado)
Lugar 8: Património Mundial da Unesco Palácio de Sanssouci, em Potsdam (Brandenburg)
Lugar 9: Schwetzingen (Baden-Wuerttemberg)
10 lugar: Património Mundial da Unesco Ilha dos Museus em Berlim (Berlin)

11 º lugar: a ilha de Rügen penhascos de giz (Mecklenburg-Vorpommern)
Lugar 12: Old Heidelberg / Old Bridge (Baden-Wuerttemberg)
Lugar 13: Património Mundial da Unesco Wartburg (Turíngia)
Lugar 14: Holsten Gate, em Lübeck (Schleswig-Holstein)
15 Place: Constance / Mainau (Baden-Wuerttemberg)

Lugar 16: Zugspitze (Baviera)
Lugar 17: Muro de Berlim (Berlin)
Lugar 18: Património Mundial da Unesco Wieskirche (Baviera)
Lugar 19: Património Mundial da Unesco Bauhaus e seus Sites em Weimar e Dessau (Turíngia / Saxónia-Anhalt)
Colocar 20: Museumsufer em Frankfurt (Hesse)

Lugar 21: Património Mundial da Unesco Residence (Baviera)
Lugar 22: Königssee Malerwinkl e São Bartolomeu (Baviera)
Lugar 23: Reichstag (Berlim)
Lugar 24: Património Mundial da Unesco Catedral de Speyer (Renânia-Palatinado)
Lugar 25: Floresta Negra Nature Park (Baden-Wuerttemberg)

Lugar 31: Património Mundial da UNESCO Castelos de Augustusburg e Falkenlust Bruhl (Renânia do Norte-Vestefália)

Lugar 32: Património Mundial da Unesco prefeitura e Roland Bremen (Bremen)

N º 33: Unesco Património Mundial da Cidade Antiga de Regensburg (Baviera)

No. 34: Chiemsee ilha Herrenchiemsee (Baviera)

No. 35: Suíça Saxônica com baluarte e fortaleza Königstein (Saxónia)

Lugar 36: Zwinger em Dresden com Pinacoteca dos Mestres Antigos (Saxónia)

No. 37: torre de televisão na Alexanderplatz (Berlin)

Lugar 38: Ópera Semper de Dresden (Saxónia)

No. 39: Minster (Baden-Wuerttemberg)

Lugar 40: Património Mundial da UNESCO cidade de Bamberg (Baviera)

Lugar 41: Allianz Arena, em Munique (Baviera)

Lugar 42: Linderhof (Baviera)

Lugar 43: Património Mundial da Unesco Völklingen (Sarre)

Platz 44: Schloss Nymphenburg (Baviera)

Lugar 45: Mercedes-Benz Museum, em Stuttgart (Baden-Württemberg)

Lugar 46: O Jardim Inglês em Munique (Baviera)

No. 47: Castelo de Schwerin (Mecklenburg-Vorpommern)

Lugar 48: Drosselgasse e vinhas de Rüdesheim (Hesse)

Lugar 49: Berchtesgaden Eagles Nest, Minas de Sal e do Parque Nacional Berchtesgaden (Baviera)

Lugar 50: Catedral de Freiburg (Baden-Wuerttemberg)

No. 51: Ludwigsburg Palace (Baden-Wuerttemberg)

No. 52: Rota Romântica (Baviera / Baden-Württemberg)

No. 53: Deutsches Museum, em Munique (Baviera)

No. 54: Wilhelmshoehe Kassel (Hessen)

55 º lugar: pedaços com ferrovia de bitola estreita (Saxónia-Anhalt)

No. 56: Castelo de Mannheim (Baden-Wuerttemberg)

Lugar 57: Unter den Linden / Berliner Dom / Gendarmenmarkt (Berlim)

58 lugar: Kurfürstendamm com a Igreja Memorial Kaiser Wilhelm e KaDeWe (Berlim)

Lugar 59: Património Mundial da Unesco Catedral de Aachen (Renânia do Norte-Vestefália)

60 lugar: St. Thomas Church, em Leipzig (Saxónia)

Lugar 61: Património Mundial da Unesco Mar de Wadden (Baixa Saxónia, Hamburgo, Schleswig-Holstein)

No. 62: Krämer ponte e da cidade velha de Erfurt (Turíngia)

Lugar 63: Checkpoint Charlie Museum (Berlim)

Lugar 64: Schloss Charlottenburg (Berlim)

Lugar 65: Völkerschlachtdenkmal Leipzig (Saxónia)

N º 66: Hofbrauhaus de Munique (Baviera)

Lugar 67: Deutsches Eck em Koblenz (Renânia-Palatinado)

68 lugar: Dresden Elbe Valley com Terraço de Brühl e Blue Wonder (Saxónia)

69 lugar: Sylt (Schleswig-Holstein)

Lugar 70: Miniatur Wunderland (Hamburgo)

Lugar 71: Património Mundial da Unesco Mosteiro Maulbronn (Baden-Wuerttemberg)

N º 72: Burg Eltz em Münstermaifeld (Renânia-Palatinado)

Lugar 73: Património Mundial da Unesco Clássica de Weimar (Goethe, Schiller, etc ...) (Turíngia)

º 74: Green Vault, em Dresden (Saxónia)

Lugar 75: mar ilha de Helgoland (Schleswig-Holstein)

Lugar 76: Património Mundial da UNESCO cidade de Goslar (Baixa Saxônia)

No. 77: Torre de água em Mannheim (Baden-Wuerttemberg)

78 º lugar: Alte e Neue Pinakothek, em Munique (Baviera)

79 lugar: Adenau Nürburgring no Eifel (Renânia-Palatinado)

Lugar 80: Warehouse District (Hamburgo)

Lugar 81: Spa Baden-Baden (Baden-Wuerttemberg)

Lugar 82: Cidade Velha de Nuremberga Dürer casa (Baviera)

N º 83: BMW World, em Munique (Baviera)

Lugar 84: Reeperbahn (Hamburgo)

85 lugar: Philharmonie de Berlim (Berlin)

86 lugar: Frankfurt Romanos (Hesse)

87 lugar: Património Mundial da Unesco Zollverein Essen (Renânia do Norte-Vestefália)

Lugar 88: Catedral de Erfurt (Turíngia)

No. 89: Fortaleza Marienberg Würzburg (Baviera)

No. 90: Parque Natural Harz (Baixa Saxônia, Saxônia-Anhalt, Turíngia)

Lugar 91: Catedral de Mainz (Renânia-Palatinado)

Lugar 92: Unesco Património Mundial da Cidade Velha de Quedlinburg (Saxónia-Anhalt)

Lugar 93: Câmara Municipal (Hamburgo)

Lugar 94: Museu Porsche em Stuttgart (Baden-Württemberg)

Lugar 95: Autostadt Wolfsburg (Baixa Saxônia)

96 lugar: Jewish Museum (Berlim)

N º 97: Castelo Imperial de Nuremberg (Baviera)

98 º lugar: Lüneburg Heath (Baixa Saxônia)

99 º lugar: Moritzburg Castelo (Saxônia)

Curso 100: monotrilho em Wuppertal (Renânia do Norte-Vestefália)

"Waldorf" Vs. "Adlon" - O duelo de luxo em Berlim

Berlim já tem mais leitos de hotéis do que Manhattan. Ainda no segmento de topo da competição feroz - até 2015, oito projetos Nobel planejado. O novo "Waldorf Astoria" agita o mercado para continuar. 


Quartos com vista para o Portão de Brandemburgo e da Igreja Memorial. Quando, em Berlim, o primeiro alemão " Waldorf Astoria"para abrir no outono deve, finalmente, dois hotéis de luxo lutando com nomes lendários para os hóspedes ricos do país e do exterior: O tradicional" Adlon "Pariser Platz, no centro e no ramo do famoso New York Nobelherberge na cidade velho oeste.

Ambos os diretores verá o hotel logo atrás. Especialistas em turismo alertam, no entanto, muito antes da concorrência ruinosa no mercado hoteleiro altamente competitivo na capital alemã. A carga de trabalho é bom, mas os preços, seria um desastre.

Sozinho no segmento de topo absoluto lá, de acordo com a Associação de Hotéis IHA em Berlim já 19 casas - a pressão sobre as margens de lucro são enormes. Especialmente nesses mercados são "Top Hotéis mais forte para lutar por gerar taxas médias razoáveis", ele também diz no relatório mais recente da indústria da associação.

43 novos hotéis de cinco estrelas planeado

No entanto, o negócio hotel de luxo está crescendo.Alemanha-larga nos próximos anos, 43 novos cinco estrelas casas são construídas com um total de 7.855 quartos ou planejadas.

Sobre o rio Spree, em 2015, oito projetos de Nobel no desenvolvimento ou planejamento. Em Frankfurt há sete e três em Hamburgo e Munique. A cidade boom do turismo de Berlim, está agora no segmento de luxo com casas como o "Adlon", o " Hotel de Rome "ou o" Ritz-Carlton "em todo o país no topo.

Em Frankfurt lá depois figuras IHA com 14 hotéis de luxo ao redor 4.105 quartos em Hamburgo, há 13 com 2.720 quartos em Munique e 11 (3.180 quartos). Por isso, em Berlim alojamento em hotel é tão baixa como em quase qualquer outra metrópole na faixa de cinco estrelas do quarto é DEHOGA alta média de € 143.


O "Adlon" é um mito


Para gerente do hotel Oliver Eller, que dirige o Berliner "Adlon" desde um ano e meio, em face da forte concorrência, especialmente a localização é fundamental.Sua casa era no Portão de Brandemburgo tinha sido uns bons 15 anos no mercado novamente - depois de um hiato de quase 40 anos, devido à Segunda Guerra Mundial e da divisão da Alemanha. "Eu acho que nós construímos neste momento um nome bom, de confiança."

O "Adlon" é um mito. Até a Segunda Guerra Mundial, o Grand Hotel era um lugar de encontro de "tout le monde" (o mundo todo): Charlie Chaplin, Benito Mussolini, Marlene Dietrich e representantes de numerosas famílias reais residiam ali. A casa abriu em 1907, em tempos imperiais era um lugar de luxo e esplendor.

Além disso, o Adlon novo com seus 382 quartos em seis andares - incluindo 80 suites - é estrelado por Michael Douglas, Nelson Mandela e Mikhail Gorbachev ter uma lista de convidados impressionante.Pouco depois da guerra, em 1945 partes do Adlon foram queimados, de 1984, o resto demolido. Somente após a virada do principal Kempinski presente foi reconstruída no antigo site, e em 1997 re-aberto.


Glamour no canto sujo


O nome "Waldorf Astoria" também é sinónimo de glamour e estilo.Também no Parque Avenida de Nova Iorque, uma vez subiu de membros de famílias reais e atores famosos e políticos: os Windsor, presidente dos EUA, mas também o líder soviético Nikita Khrushchev ou chefe da máfia Lucky Luciano. Se a sucursal de Berlim pode construir a grande história, New York já viu.

Com os seus 232 quartos e suites, o hotel de luxo trará glamour para o canto sujo na Estação Jardim Zoológico. O edifício 118 metros de alta também não é muito longe da Kurfürstendamm upscale.

O ambiente será construído muito: para cerca de 100 milhões, a casa do bikini-pimped, o Zoopalast cinema transformado em uma sala de cinema precioso. Originalmente, o Grupo Hilton abriu sua casa de cinco nova estrela no ano passado. Agora, a data de lançamento adiada mais uma vez - do início do verão para um outubro projetada.Na Alemanha, o grupo pretende, em breve, outro hotel de topo.


Berlim está esperando para 30 milhões de visitantes


Hotel chefe Friedrich W. Niemann vê celebridades, atores e políticos como um alvo para o futuro de Berlim "Waldorf Astoria". Competição na capital, ele olha para a esquerda, mesmo que construída aqui, só este ano, cerca de 8.000 leitos em hotéis novos são: "O elevado número de hotéis me dar uma dor de cabeça."

Fator positivo é provável que o boom turístico continua a ser: A cidade este ano pode ultrapassar a marca de 24 milhões de dormidas, prevê a agência de turismo Visit Berlim. Em 2020 30 milhões serão direcionados.

Também são urgentemente necessárias. Porque, com cerca de 121.000 camas de Berlim já tem camas significativamente mais do que, por exemplo, de Manhattan, em Nova York com sua 70.000.

Mergulhe em cantos mais escuros de Hamburgo!

Quem quer sentir Hamburgo alma está certo em St. Pauli. Há visitas guiadas de pessoas locais que gostam de compartilhar seu entusiasmo com estranhos.
Mesmo o mais famoso da Alemanha drag queen Olivia Jones mostra aos visitantes St. Pauli - incluindo Reeperbahn.
Coloca em entre os tempos em um dos pubs uma ruptura, é como se você mergulhado em um mundo diferente.
Aqui assistindo os Beatles início dos anos 60 mais de boa vontade - Hoje o café atrai clientes para Möller.
A presença do Fab Four - aqui em sua primeira aparição em Hamburgo Indra Club - ...
... lembrou hoje, o museu "Beatlemania" na Reeperbahn.
A hora azul dar um passeio até o rio Elba, porque olha o porto mais bonito.
Veddel aguarda os visitantes, além de uma multidão de caspa, trilhos e cais apodrecendo e galpões 50 que foi prorrogado para o museu do porto.
Descansado, recomendamos uma visita ao towpath no Alster, talvez a rua mais bonita da cidade.

Sarre - um Estado completamente subestimado

Quem quer ir de férias na Alemanha, Saarland tem, provavelmente, não no alto da lista. Errado, porque o único "Cloef" uma situados 180 metros de altura acima do ponto de vista Saar, vale a pena uma visita.
E ainda há mais para descobrir tesouros escondidos: florestas intermináveis, ...
... lagos e lagoas paradisíacas ...
... e vinhas românticas.
O penhasco no Losheim Saarland 2005 foi mesmo escolhido para ser trilha da Alemanha caminhadas mais bonito.
Uma visão nítida para a vida diária de uma cidade romana de 2000 anos atrás, o museu ao ar livre Schwarzenacker mediado perto Homburg. A foto mostra como aquecimento trabalhando chão no período romano.
Ainda mais fundo no passado, é em Gondwana Park, em discursos Saarland Landsweiler. O Urzeitpark mostra no site de uma antiga mina perto Neunkirchen Earth 4,5 bilhões de anos, com esqueletos de dinossauros, entre outros.
Saarland não é sempre verde. Um contraste com a natureza é o Völklingen, em 1873, era de um século ungewandelt minério de utilização do carvão do Sarre em ferro. À noite, a planta industrial enferrujado enorme, um Patrimônio Mundial da UNESCO, iluminado de cor
Indústria de mineração e siderurgia estão firmemente sobre a história do Sarre. A mina de túneis Risch Bach em St. Wendel também oferece passeios.
Sarre para a cultura também é boa comida. Com o Viezstraße há uma estrada da Apple adequada, corre pelo meio do país de maçã na região, o Saargau.
"O homem pensa, Deus dispõe - os balanços do Sarre", diz o ditado. Isso se refere a uma Schwenker chamado, um geralmente de três pernas com uma grade grade balançando em que a carne é cozinhada.
Também substancial, ainda que servido algo nobre, é a especialidade deste país: Em Dibbelabbes é uma caçarola de batata Saarland com bacon bits.
Sem Lyons na bagagem recebe o nada Saarland. Em 2002, a carne de Saarland e esponja fábrica de salsichas produzidas mesmo um Exermplar kg 119,7 pesado, para ser incluído no Guinness Book of World Records.

Hesse é mais do que apenas uma estação de trânsito

Muitos pensam de Hesse imediatamente distrito de Frankfurt financeira, ...
... cidra em Bembel, ..
Bem no meio, no Hesse oriental, é a Vogelsberg, onde você pode andar em uma caminhada no vulcão mais antigo da Europa.
Com sorte, o caminhante, onde se encontra o Rotvieh Vogelsberger, uma raça quase extinta de gado. As vacas são um pouco menores do que o habitual vaca monstros cor vermelho oxidado é muito distinto.
"Onde está essa prefeitura?" foi uma vez no programa perguntou "Grand Prix" com Wim Thoelke. A resposta é: A construção enxaimel de 1512 está localizado na Escócia, Vogelsberg.
No Distrito Vogelsberg encontrar em outro lugar ainda velhas bonitas casas em estilo enxaimel - como aqui em Lauterbach.
Na borda da cidade termal de escoceses podem nadar bem - nomeadamente no Reservatório Nidda.
E se o tempo não é ...
... versa é simplesmente em algum lugar e desfrutar do "molho verde", que é apenas uma especialidade de Hessen ...
... como salsichas diferentes, onde o Hessians não engana