Mostrando postagens com marcador Programas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Programas. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Revista "Deutschland"

www.magazine-deutschland.de/

Distribuída em 11 línguas em 180 países, “Deutschland” é a revista alemã mais internacional. É a revista dos responsáveis por decisões no estrangeiro. “Deutschland” analisa motivos, informa sobre temas atuais da Alemanha e da Europa e relata, em edições regionais, sobre os desenvolvimentos bilaterais entre a Alemanha e outras regiões do mundo. Quase 1,5 milhão de pessoas do mundo todo lêem a revista publicada pela editora Frankfurter Societäts-Medien GmbH, Frankfurt do Meno, em cooperação com o Ministério das Relações Exteriores em Berlim.

Assinatura da versão impresa

Assina a versão impresa da revista "Deutschland" aqui:

Assinatura da versão PDF

Assina a versão PDF da revista "Deutschland" aqui:

Mudanças de de endereço do assinante

Para comunicar uma mudança de de endereço, favor contatar diretamente a
Frankfurter Societäts-Medien GmbH
Frankenallee 71-81, D-60327 Frankfurt do Meno, Germany
Telefone: ++(0) 69/7501-4352, Telefax: ++(0)69/7501-4361
ou envie uma e-mail para
Klaus Hofmann (Distribuição e publicidade)
klaus.hofmann@fs-medien.de






sexta-feira, 14 de setembro de 2012

O programa Tecendo o Saber é um programa muito bom para a alfabetização do Brasil.

Tecendo o Saber foi um projeto educacional televisivo do Instituto Paulo Freire composto por 64 episódios que estreou em 2005, tendo sido transmitido pela Rede Globo, TV Cultura, TV Escola, e pelo Canal Futura. Narrado por Bruno Garcia, o programa contou com a participação especial de diversos atores como Camila Pitanga, Giulia Gam, Letícia Sabatella, Marília Gabriela, Max Fercondini, Sérgio Loroza e Suely Franco entre outros. Com a proposta de levar conhecimento do ensino fundamental básico a jovens e adultos, a série exibe histórias que partem de temas como sexualidade, trabalho e meio ambiente, propondo melhoria na qualidade de vida e transformação da sociedade. O núcleo de protagonistas é composto pelo migrante nordestino Celestino, pela diarista Socorro e sua filha Bruna, pelo primo de Socorro, o também migrante Francisco, pelo eterno desempregado Januário e por sua mulher, a gari Valdete. Atualmente a mini-novela está no ar pela Rede Globo às 05:05 horas, pela TV Cultura às 04:40 e às 06:00 horas.





Tecendo o Saber é um projeto que oferece a jovens e adultos a oportunidade de estudar os conteúdos da primeira etapa do ensino fundamental - correspondente às quatro primeiras séries. Ele vai dar continuidade ao trabalho iniciado na alfabetização, estendendo e consolidando os resultados já alcançados por programas como o Brasil Alfabetizado. Para atender aos seus objetivos, o projeto oferece 12 livros, sendo oito para o aluno - quatro de textos e quatro de atividades - e quatro para orientação do trabalho dos professores, além de uma coleção de 75 vídeos - sendo 65 para os alunos e 10 para a formação dos professores. A exemplo do Telecurso 2000, o material será utilizado em telessalas, que funcionarão em escolas, empresas, sindicatos, associações comunitárias, etc.

A metodologia utilizada é pautada na teoria de Paulo Freire e parte do saber que o aluno já possui, resgatando o valor de sua biografia, ao tempo que cria todas as condições para que ele construa novos conhecimentos. A tematização das grandes questões da atualidade, levada a efeito pelo Tecendo o Saber, orienta para a busca coletiva de uma melhor qualidade de vida e da transformação da sociedade.

São parceiras nesta iniciativa três instituições cujo principal foco é a educação a Fundação Roberto Marinho, que há mais de 25 anos cria e implementa programas educativos que se valem dos meios audiovisuais, como o Vídeo Escola e o Telecurso 2000, e a Fundação Vale do Rio Doce, que tem dado expressiva contribuição para a educação brasileira, por meio de projetos como o Vale Alfabetizar e o Escola que Vale. Na criação dos livros, o Instituto Paulo Freire agrega sua experiência , evidenciada pela participação em projetos de alfabetização de jovens e adultos em todo o país.


Os programas do Tecendo o Saber serão veiculados pela Tv Globo, pelo Canal Futura e pela TV Escola. Além disso, serão disponibilizados para todas as demais emissoras educativas, comunitárias e universitárias.




APRESENTAÇÃOUma iniciativa da Fundação Vale do Rio Doce e da Fundação Roberto Marinho que oferece a jovens e adultos a possibilidade de escolaridade formal do primeiro segmento do ensino fundamental. O projeto integra materiais impressos e audiovisuais destinados à formação do aluno e do professor. Inspirado no pensamento e na teoria do maior educador brasileiro, o projeto contou com a participação do Instituto Paulo Freire na elaboração dos materiais.



MATERIAL DIDÁTICO
A coleção de material impresso é composta por 12 volumes:
4 volumes do Livro de Leitura e Reflexão para o aluno
4 volumes do Livro de Atividade e Criação para o aluno
4 volumes do Livro do Professor



A coleção de material audiovisual é composta por 75 programas:
65 programas para formação do aluno
10 programas para formação do professor



PÚBLICO
Podem cursar o Tecendo o Saber todas as pessoas acima dos 15 anos que tenham concluído algum programa de alfabetização.
DURAÇÃOO projeto prevê o desenvolvimento, ao longo de 12 meses, de diversas ações voltadas para mobilização de alunos, a formação de educadores, a implantação nas salas de aulas, o acompanhamento e a avaliação. Sendo a formação do aluno desenvolvida em 4 módulos ao longo de 11 meses distribuídos da seguinte forma:
1º módulo: 3 meses e meio
2º módulo: 2 meses e meio
3º módulo: 2 meses e meio
4º módulo: 2 meses e meio



PERFIL DO PROFESSOR
Características desejáveis para o professor que irá trabalhar no projeto Tecendo o Saber:
- ensino superior completo na área de educação
- experiência com classes de alfabetização
- experiência com educação de jovens e adultos



FORMAÇÃO DOS EDUCADORES
Considerada condição essencial para o êxito dos projetos educativos, a formação dos educadores é realizada de forma presencial e em serviço. O trabalho presencial se realizará em 4 módulos que acompanham as diferentes fases do desenvolvimento dos projetos. A carga horária de 128 horas, será assim distribuída:
1º módulo: 40 horas
2º módulo: 40 horas
3º módulo: 24 horas
4º módulo: 24 horas



ACOMPANHAMENTO
Previsto para se realizar ao longo de todo o projeto, objetiva avaliar as condições gerais em que se desenvolvem as atividades, corrigir eventuais dificuldades e otimizar o desempenho dos educandos e dos educadores. O acompanhamento permite, assim, identificar pontos que mereçam reforço ou correção nas etapas seguintes do trabalho presencial. Será realizado de forma sistemática pela equipe de supervisão da Secretaria de Educação, de forma presencial, a cada módulo, por técnicos da Fundação Roberto Marinho; inclui também o monitoramento à distância via análise dos dados do projeto.



AVALIAÇÃO
Um elemento fundamental dessa metodologia é a avaliação dialógica. Durante todo o processo, avalia-se o educando, o educador, o uso adequado dos meios e as atividades propostas. Os resultados da avaliação servem como base para a adequação do planejamento à realidade dos participantes do projeto e da própria atividade. A avaliação do aluno será realizada conforme a sistemática de avaliação da Secretaria de Educação.
http://www.tecendoosaber.org.br/

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

ECOPRATICO

Um Programa da fundação Padre Anchieta de como educar a sociedade com medidas de prevenção ao meio ambiente.


EcoPrático é o primeiro reality show da TV Cultura.
Didático e divertido, EcoPrático trata a sustentabilidade com leveza e bom humor.
A cada programa, uma casa/família é escolhida para uma reciclagem de hábitos relacionados a sustentabilidade no dia-a-dia.
O programa vai proporcionar mudanças físicas e comportamentais nos participantes - aumentando as eco-práticas da casa e da família.
Novo horário : Domingo 19:00 hs- TV Cultura
 Com apresentadores do programa por Anelis Assunpção e Peri Pane

Anelis Assumpção

Simpática e descontraída, Anelis é pé no chão: a parte prática do Ecoprático.

Peri Pane

Visionário e sonhador, Peri Pane sabe que o mundo não é um mar de rosas, mas acredita num futuro mais verde.

Maria Zulmira, a Zuzu

Zuzu pensa verde. É jornalista, especializada em sustentabilidade e super-sintonizada com o que acontece hoje no nosso planeta. E como cada um pode fazer a sua parte em casa.


Francisco Lima, o Xico

Arquiteto sustentável até o teto, Xico é especialista em permacultura e construções sustentáveis. É ele quem define as transformações físicas das casas.


em caso de dúvida acesse o link do site do programa :
http://ecopratico.com.br/index.php

terça-feira, 26 de outubro de 2010

プロジェクトx / projetox / project x


『プロジェクトX〜挑戦者たち〜』(プロジェクト・エックス ちょうせんしゃたち、英字表記:PROJECT X 〜Challengers〜)は、NHK総合テレビのドキュメンタリー番組である。2000年3月28日から2005年12月28日まで放映されていた。通称「プロジェクトX」。全放送作品は191本(正式な放送回数としてカウントされた作品187本   特別編4本 アンコール = 「特選プロジェクトX」を含む = は除く)。
番組内容は、戦後のさまざまな開発プロジェクトなどが直面した難問を、どのように克服し成功に至ったかを紹介するドキュメントである。無名の日本人リーダーと、それに従い支えた多くの人々による挑戦と努力、そしてその成果の紹介がテーマであるが、無名とは言えない本田宗一郎や毛利衛が登場する回もあった。
技術開発(新幹線、YS-11、ロータリーエンジンなど)の話を中心に取り上げた他、人命救助や環境保護活動などの分野についても数多くの事例を取り上げている。

Foi transmitido a partir de dezembro 2005 até 28 de 28 de marco de 2000. Conhecido como "Projeto X". Todos os 191 trabalhos de difusão (quatro encore edição especial de 187 trabalhos foram oficialmente contabilizados como o número de broadcast = "Projeto selecionado X" includeConteúdo da programação, os desafios enfrentados pelos vários projectos de desenvolvimento depois da guerra, o que levou o sucesso ou o documento apresenta como superar. E um sem nome japonês líderes, os desafios e os esforços apoiados por muitas pessoas segui-lo, mas o tema é introduzido e seus resultados, e houve momentos em que parecia obscuro e Mamoru Mouri disse Soichiro Honda.Tecnologia (trem-bala, YS-11, e motores rotativos), e outros tomaram o centro da história, que também abrange um número de casos em áreas como as atividades de proteção para salvar vidas e ambientais.

Depois das bombas de Hiroshima e Nagasaki, o Japão se transformou na segunda maior economia do planeta. Para desvendar quem são os japoneses que estão por trás da reconstrução do país, a série Projeto X – Os Inovadores mostra pessoas, empresas e suas criações.
No final da Segunda Guerra Mundial, em 1945, o mundo viu as cidades de Hiroshima e Nagasaki, no Japão, dilaceradas pelos ataques nucleares dos EUA. Da poeira e da fumaça ressurgiu uma nova potência, que hoje é a número dois entre as maiores economias do mundo. Mas quem são os japoneses por trás dessa reconstrução? É isso que a TV Cultura vai mostrar, a partir do dia 22 de fevereiro (segunda), com a estreia do Projeto X – Os Inovadores.
Em uma série de 14 programas, o telespectador vai conhecer a história dos indivíduos e grupos empresariais que tornaram realidade o trabalho criativo no pós-guerra. A trajetória de Soichiro Honda, fundador da Honda Motor, símbolo do milagre econômico japonês; a equipe de técnicos ex-militares que aplicaram a tecnologia aeronáutica para criar um trem-bala, o Shinkansen; e o legado da Sony estão entre os temas abordados.
Projeto X- Os Inovadores é uma produção da NHK International.


Reporter Eco




O programa

Entre em contato com o programa

Saiba mais sobre os autores e as fotos em destaque no site
O Repórter Eco é uma revista semanal, atual, especializada em meio ambiente. Aborda de forma aprofundada pesquisas para o desenvolvimento sustentável e conservação dos biomas brasileiros, proteção da rica diversidade biológica e cultural do país, projetos para manter para o futuro os recursos hídricos, estudos de controle da poluição do ar, solo, terra e água, ecologia urbana, fontes de energia alternativas e renováveis, astronomia, antropologia, arqueologia, arquitetura ecológica, redução, reuso e reciclagem de resíduos sólidos, comércio justo, patrimônio histórico, cultural e arquitetônico, e ecoturismo.
Além da revista semanal, são produzidos programas temáticos a partir de viagens nacionais e internacionais. O Repórter Eco mantem um quadro específico de reportagens sobre a biodiversidade brasileira.

 

 

Histórico

O Repórter Eco faz sucesso há mais de uma década. Foi criado em fevereiro de 1992 como o primeiro telelejornal da televisão brasileira especializado em meio ambiente. O objetivo era antecipar e aprofundar os assuntos que seriam abordados na Rio-92, a Conferência Mundial das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, realizada no Rio de Janeiro. Em setembro de 92, o Eco ganhou espaço e foi transformado pela equipe de criação em um programa de meio ambiente, com informações do Brasil e do mundo, que hoje é respeitado por cientistas, ONGs ambientalistas, estudantes e pelo público em geral que busca a qualidade de informação como uma das marcas do jornalismo público da TV Cultura de São Paulo.
O programa se especializou na divulgação dos projetos, ações e pesquisas nacionais ou mundiais, com o objetivo de contribuir para a melhoria da qualidade de vida, de prestar um serviço público e ainda de informar sobre os principais temas ambientais da atualidade.

Prêmios

2003:
- Eco, concedido pela Câmara Americana de Comércio, ao projeto "Biodiversidade Brasil", parceria TV Cultura, que inclui o quadro biodiversidade no Repórter Eco, além do programa Biodiversidade-Debate e os documentários.
- Prêmio de iniciativa do ano, concedido pela Ford e Ong Conservation International, ao projeto "Biodiversidade Brasil", do qual o Repórter Eco faz parte.
- Homenagem ao programa concedida pela ABAS - Associação Brasileira de Águas Subterrâneas, por indicação do geólogo Aldo Rebouças - um dos maiores especialistas em águas doces do Brasil.


Humanidade já consome 30% mais do que a Terra pode recuperar



Repórter Eco mostra dados alarmantes sobre o consumo no planeta. Programa também apresenta o primeiro ônibus híbrido movido a hidrogênio, feito com tecnologia totalmente nacional
“Neste momento, estamos consumindo aproximadamente 30% a mais do que o mundo pode renovar, seja em ar limpo, água potável, terra agricultável ou absorção de resíduos”. A declaração de números preocupantes é de Helio Mattar, presidente do Instituto Akatu, um dos entrevistados do Repórter Eco desta semana. A atração vai ao ar no domingo (18/7), às 17h30, na TV Cultura.

A equipe do programa esteve presente no evento que divulga os resultados do relatório Estado do Mundo, realizado anualmente, há 28 anos, pelo Worldwatch Institute (WWI). Segundo o estudo, na última década a humanidade aumentou seu consumo de bens e serviços em 28%. Além de excessiva, trata-se de uma prática extremamente desigual, pois está concentrada em apenas 16% da população, ou seja, a parcela mais rica responde por quase 80% dos gastos. O documento aponta soluções e caminhos para novas políticas que estimulem processos mais limpos e responsáveis.

O Repórter Eco também foi ao Rio de Janeiro mostrar o primeiro ônibus híbrido movido a hidrogênio. Feito com tecnologia 100% brasileira, é o resultado de cinco anos de trabalho de uma equipe de técnicos e pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Com autonomia para rodar 300 km, o veículo – que além de não poluir, também é silencioso e confortável, vai começar a circular ainda este mês pelo campus da Universidade.

Para encerrar, uma matéria sobre Hercule Florence. Inventor, pintor, desenhista e precursor da fotografia, esse francês que adotou o Brasil como moradia, revelou os céus do Brasil há quase 200 anos por meio de suas pinturas. Suas obras do século 19 ajudam pesquisadores a entender como eram as nuvens naquela época. “A grande contribuição dele é tanto científica quanto artística, pois não se tinha nenhuma classificação das nuvens e podemos comparar o antes com o agora”, afirma o meteorologista Rubens Junqueira Vilella.

O Repórter Eco é reapresentado às sextas-feiras, às 7h30.

Fale com o Repórter Eco

Por email:
eco@tvcultura.com.br
Por correio:
PROGRAMA REPÓRTER ECO
Rua Cenno Sbrighi, 378
Água Branca - São Paulo - SP
Caixa Postal 11.544 - CEP 05036-900
Por telefone:PABX TV Cultura
(11) 2182-3122
Solicite os ramais: 3418 ou 3419