Mostrando postagens com marcador Cultura Alemã. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Cultura Alemã. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Cinco curiosidades sobre a Alemanha

Prost!
Como não poderia ser diferente, o país que inventou a Oktoberfest é um dos líderes quando o assunto é consumo e produção de cerveja. Segundo uma pesquisa feita pela empresa alemã Bath-hass Group, o consumo anual da bebida no país europeu é de 107 litros por habitante, volume que deixa a Alemanha apenas atrás da República Tcheca e Áustria no ranking mundial. O país também é o quinto maior produtor da bebida. Na hora do brinde, diga Prost!



Papai Noel não é bem-vindo
A celebração natalina na Alemanha é muito forte nas semanas que antecedem a noite de Natal. Uma das tradições que diferem a comemoração é o Nikolaustag ou Dia de São Nicolau, celebrado em todo o país no dia 6 de dezembro. A data é inspirada no bispo santificado pela Igreja Católica e considerado por muitos alemães como o verdadeiro Papai Noel.
Por esse motivo, o bom velhinho como conhecemos no Brasil e e outros países não é muito bem-vindo em algumas cidades alemãs. A pequena Fluorn-Winzeln chegou a criar uma campanha para banir o Papai Noel da paisagem natalina em 2008, substituindo o barbudo vestido de vermelho pela figura histórica de São Nicolau.
Mentes brilhantes
Além de ser a maior economia da Europa e um dos melhores países para se viver no mundo, a Alemanha é berço de alguns dos grandes inventores da história. O motor a diesel, por exemplo, foi criado pelo engenheiro alemão Rudolf Diesel. Medicamento mais conhecido e consumido em todo o mundo, a Aspirina foi lançada há 115 anos por um laboratório farmacêutico alemão.
Em 1504, o relojoeiro alemão Peter Henlein fabricou o primeiro relógio de bolso, que ficou conhecido como Ovo de Nuremberg, por sua forma, tamanho e procedência. O elevador elétrico, que deu origem aos sistemas eletrônicos de alta tecnologia que temos hoje, foi uma invenção do industrial alemão Werner von Siemens, que também criou o telégrafo e o dínamo, entre outros inventos.
Império do Sol
Em julho de 2013, a Alemanha bateu recorde de produção de energia solar, atingindo 23,9 GW em horário de pico. Apesar de ter um dos invernos mais rigorosos da Europa, o país é responsável por 35% da geração de energia solar do planeta. A produção é atribuída à existência de aproximadamente 1,4 milhão de sistemas de energia solar instalados em todo o país, possíveis graças a uma forte política de tarifas fixas e incentivos para estimular a instalação dos equipamentos em residências, indústrias e estabelecimentos comerciais.
Autobahns
Apaixonados por automóveis, os alemães também adoram dirigir em alta velocidade. Terra de grandes montadoras como BMW, Mercedes-Benz, Volkswagen, Audi e Porsche, a Alemanha é conhecida pelas famosas autobahns, rodovias praticamente perfeitas onde não há limite de velocidade, com exceção de trechos com curvas acentuadas ou próximos a zonas urbanas.

Curiosidades da Alemanha

Curiosidades da Alemanha (costumes, dados e informações):

- Os alemães adoram carne suína. A carne de porco é a mais popular do país e serve de base para diversos pratos típicos da culinária alemã. Além desta carne, as batatas e as salsichas também são muito consumidas nos país.
Exemplos de pratos típicos da culinária da Alemanha: Chucrute (conserva de repolho), Esbein (joelho de porco assado ou frito), boulette (bolinhos recheados com carne), Schlachtplatte (barriga de porco com chucrute e batata) e Bratkartoffeln (cozido de batatas com bacon e cebolas).

- A bebida alcoólica mais consumida na Alemanha é a cerveja. O povo alemão é um dos maiores consumidores mundiais desta bebida. No país, existem cerca de 1.200 cervejarias. Vale lembrar também que o maior festival de cerveja do mundo ocorre na cidade de Munique. É a famosa Oktoberfest.

- O povo alemão também é um dos maiores consumidores de pães do mundo. No país, é possível encontrar cerca de 1.200 tipos de pães.

- O açúcar mais consumido na Alemanha não é o derivado da cana-de-açúcar, como ocorre no Brasil, mas sim o de beterraba.

- A montanha Zugspitze é o ponto mais alto do território alemão com 2.963 metros de altura.

- A igreja mais alta do mundo fica na Alemanha. É a Catedral de Ulm com 161,5 metros de altura (equivalente a um prédio de 65 andares).

- Com clima temperado úmido, a Alemanha é um dos países mais frios da Europa na época do inverno. Nesta estação, os termômetros podem atingir até 15 graus negativos.

- A vida dos cachorros alemães não é das piores, pois estes animais tem acesso livre, obviamente com seus donos, a restaurantes, mercados, cafés e outros locais públicos.

- Na Alemanha, a idade mínima para o consumo de bebidas alcoólicas é de 16 anos.

- É considerado um dos países com maior número de invenções úteis da História. Exemplos: motor a diesel, aspirina, relógio de bolso, insulina, imprensa, dínamo, elevador elétrico, locomotiva elétrica, microscópio eletrônico entre outros.

- Na Alemanha a TV pública é paga. Toda residência que recebe o sinal da tv pública alemã deve pagar cerca de18 euros.

- A Alemanha é o quinto melhor país do mundo para se viver (de acordo com o IDH de 2012), em função da alta qualidade de vida.

- O futebol é o esporte número um na preferência do povo alemão. Vale lembrar que a seleção alemã de futebol já foi três vezes campeã da Copa do Mundo Fifa de Futebol.

- A Alemanha possui o maior parque gerador de energia eólica do mundo. O país também é um dos maiores produtores de energia solar do mundo.

- Os alemães adoram automóveis e, mais ainda, dirigir em alta velocidade. Uma das principais rodovias do país é a Autobahn, onde não há limite de velocidade (exceto em curvas acentuadas e proximidades de zonas urbanas).

- Embora o alemão seja a língua oficial do país, existem diversos dialetos na Alemanha, que variam de região para região.

- A bicicleta é um meio de transporte muito usado nas cidades alemãs, sendo que grande parte delas possuem sistemas de trânsito com ciclovias e bicicletários.

- A Alemanha possui uma das menores taxas de natalidade do mundo (1,39 filhos por mulher).

- A Alemanha possui a economia mais rica da União Europeia.

- O Catolicismo e o Luteranismo são as religiões mais seguidas pelo povo alemão.

terça-feira, 7 de maio de 2013

O alemão e a ecologia


O que é, para você, tipicamente alemão? Quem faz essa pergunta a alguém de outro país espera respostas como cerveja, salsicha, chucrute, calças de couro... Recentemente, uma amiga francesa me respondeu: "A separação do lixo". Ela é fascinada tanto pela palavra nativa, Mülltrennung, quanto pela coisa em si.
Sem sombra de dúvida, nós, alemães, somos campeões mundiais na separação do lixo e isso nos deixa muito felizes. Que espetáculo quando o marido alemão leva o lixo para fora. Tudo bem que as mulheres também façam isso de vez em quando. Mas separar o lixo é uma tarefa técnica, da qual o homem alemão não abre mão facilmente. Que prazer quando ele se vê diante das lixeiras amarelas, verdes, cinzas e azuis – e começa a classificar.
O que não é assim tão fácil. O humorista Robert Gernhardt contou certa vez a história de um casal defensor do meio ambiente que discutia sobre onde jogar um saquinho de chá. O chá é orgânico, então vai para a lixeira marrom. Mas a etiqueta na ponta do cordão é papel, assim, lixeira azul. O grampo vai para a lixeira amarela. E o que se faz com o cordão? Será que o pedaço de barbante é lixo orgânico, não reciclável ou até mesmo um resíduo tóxico? É preciso uma lixeira própria para isso? Questão difícil...


Com a floresta no coração


Mas nós, alemães, não fugimos de tarefas árduas. Quando abraçamos uma causa de coração, a levamos até o fim. E o meio ambiente está trancado no nosso coração a sete chaves. Porque, de certa forma, está nos nossos genes. O alemão sempre foi muito ligado à natureza. Provavelmente foi ele que inventou o amor pelo meio ambiente.
Os alemães se identificam especialmente com a floresta. Em nenhum outro país, os bosques são cantados em verso e prosa com tanta paixão como na Alemanha. Os românticos do século 19 fizeram isso como ninguém. Eles se referiam à natureza ora como irmã, como mãe, amiga ou amante – como uma pessoa, portanto. Esse sentimento segue vivo em todos nós.
Os rios, o ar, o solo: os alemães mantêm tudo limpo. Claro que já tivemos rios na Alemanha que eram mais cloacas do que cursos d’água. Mas isso foi inevitável, pois o milagre econômico após a Segunda Grande Guerra exigiu sacrifícios. Esse tempo, no entanto, passou. Hoje, o céu sobre a região do Ruhr é tão azul quanto Willy Brandt prometeu em 1961, os peixes estão de volta ao rio Reno, os prados, florestas e campos da Alemanha estão limpos. Pelo menos, em grande parte. Deixar algo para trás após um piquenique ao ar livre só acontece por deslize. E se tiver um monte de lixo jogado numa área de descanso da autoestrada, certamente foram os holandeses.

A caminho da ditadura ecológica?


Como sempre, há quem nos critique, dizendo que estamos exagerando de novo. Isolamento térmico até não poder mais, energia sustentável, biocombustível, trilhas para sapos em vez de novas rodovias, proibição das velhas e boas lâmpadas incandescentes – estamos correndo de braços abertos para uma ditadura ecológica, afirmam os críticos.
Nós, porém, respondemos com toda a calma: "Só quando a última árvore for cortada; o último rio, envenenado e o último peixe, capturado, o ser humano vai perceber que não pode comer dinheiro". A frase não é do cacique Seattle, nem uma profecia dos índios canadenses Cree. É simplesmente uma excelente frase criada pelo movimento ambientalista norte-americano. Tão boa, que poderia ter origem alemã.


Autoria: Peter Zudeick (smc)
Revisão: Roselaine Wandscheer



sábado, 5 de janeiro de 2013

IGREJA CATÓLICA Santos Três Reis por um dia


Por um dia, eles colocaram uma coroa para trazer a bênção de Deus para as casas e levantar dinheiro para uma boa causa: Os cantores são a operação a maior do mundo alívio por crianças para crianças.
Sara (15) é aqui por sete anos. "É divertido vir para o povo e para perceber como eles estão satisfeitos com a nossa visita", diz ela. Jacob (6) faz com a primeira vez. "Com o dinheiro que nós coletamos, nós podemos salvar a vida de uma criança. Real", diz ele. Sara e Jacó de Osnabrück são dois dos cerca de 500 mil crianças ao redor da Epifania, em 6 Janeiro estão a caminho, como os "Cantores da Estrela" da cidade e do país.
Disfarçado como "Epiphany" vão de casa em casa a fim de trazer a bênção de Deus para o novo ano e arrecadar dinheiro para crianças carentes. "20 + C + M + B + 13", escrevem-a na porta: ". Cristo mansionem benedictat - Cristo abençoe esta casa" O fato de que a abundância ocupado Reis gota de doces, é um efeito colateral agradável. "As pessoas dão-nos tantas coisas doces que entregá-la a outra parte de um lar para crianças em Osnabrück", diz Miriam (11).

Para quem é o dinheiro que as crianças sabem disso. Porque a cada ano dar caridade infantil "O Carolers" ea Federação do alemão Juventude Católica (LCY) como um carregador comum da ação apropriada para crianças material recuperado vivenciados pelas crianças, onde está o dinheiro. "Nós sempre temos uma reunião preparatória em dezembro, onde mostramos um filme e as crianças aproximar o país exemplo", diz Marion Gerdes, o St. como assistente pastoral no município Elizabeth Osnabrück é responsável pela ação. "Eu estou sempre espantado com a calma que eles estão no filme e como impressionado. Of a situação das crianças no país"
Desta vez, a Tanzânia é a amostra país. "Na Tanzânia, eles falam Kiswahili," Jacob aprendeu. "E em vez de 'Olá', eles dizem que há" Jambo ". Ele também aprendeu que, no país Africano são muito poucos hospitais, médicos e medicamentos. "É por isso que um hospital na Tanzânia é pago pelos carollers uma ambulância especial -. Uma ambulâncias terreno" Particularmente emocionante foi a de que o filme tem viajado Willi Weitzel pela Tanzânia. "Eu sei da KI.KA. (canal infantil ARD e ZDF), 'o show 's Willi quer saber'  é legal. "


Solidariedade com as crianças pobres desde 1959 
Que os cantores estão vestidos como reis, lembra a história bíblica dos Reis Magos do Oriente que trazem o bebê Jesus incenso, mirra e ouro, como presentes. Assim como esses reis uma vez uma estrela seguido para encontrar o bebê na manjedoura, siga os reis mesquinhos de uma estrela de hoje que eles carregam antes deles. Na Alemanha, esta antiga tradição foi retomada em 1959. O que começou pequeno, hoje a maior campanha de solidariedade para e com as crianças em todo o mundo. Centenas de milhões de euros foram coletadas e suporta dezenas de milhares de projetos e programas de assistência para crianças em África, América Latina, Ásia, Oceania e Europa Oriental. Especialmente a educação, saúde, nutrição e ajudar as crianças com deficiência são sempre volta para o centro.
Mas agora são "Os cantores" mais do que um fora em janeiro. Caridade das crianças oferece durante todo o ano informações e materiais para creches, escolas e comunidades para sensibilizar as crianças da pobreza global e questionar seu estilo de vida. Os jovens adultos têm a oportunidade de oferecer em um programa por um ano participar de um dos projetos, e na página inicial do carolers há muitos como usar o dinheiro ea situação nos países pobres.
Demandas sobre os políticos


Também tenha o carolers suas preocupações na política: Cada ano um grupo de viagem de cada uma das 27 dioceses católicas alemãs para Berlim para trazer a bênção de Deus na Chancelaria, para cantar e os direitos das crianças à demanda. Na última campanha, a chanceler Angela Merkel disse que ficou impressionado com a "mensagem nítida" da visita real e raved dadas as vestes brilhantes e estrela de um "exemplo brilhante" para o uso de outros.
Carolers em janeiro de 2013 e, novamente, dentro carolers estão na Chancelaria Federal - e desta vez, Sara é. A igreja St. Elizabeth tem participado no questionário online e carol cantores foram atraídos para a Diocese de Osnabrück. "Isso vai ser emocionante", a 15 anos de idade, é seguro. E Paula (17), o passeio leva você também acrescenta: "A viagem tem a duração de dois dias de ensaio quinta à noite e, em seguida, a aparência na sexta-feira .." Para os jovens que serão um dia emocionante e um pedaço de educação política. Porque estrela cantando é mais do que folclore. É compromisso prático com os direitos das crianças em todo o mundo.



sábado, 20 de outubro de 2012

AS OKTOBERFEST NO BRASIL


Dinheiro e diversão

A primeira Oktoberfest foi inaugurada no dia 17 de outubro de 1810, em Munique. A maior festa da cerveja do planeta ganhou sua versão brasileira somente 174 anos mais tarde. Blumenau criou a Oktoberfest depois de ter sofrido duas fortes enchentes, entre 1983 e 1984. O objetivo era recuperar a economia local e animar os moradores. Quase 30 anos depois, a festa continua gerando lucro – e diversão.

Terras de Hermann Blumenau

Blumenau é conhecida pelas casas em estilo europeu, herança dos primeiros imigrantes alemães que chegaram por lá nos idos de 1850. A cidade catarinense com pouco mais 300 mil habitantes ganhou esse nome por causa do farmacêutico alemão Hermann Blumenau, um dos primeiros colonos da região.

A segunda maior do mundo

A Oktoberfest de Blumenau é a segunda maior do mundo e a segunda maior festa popular do Brasil, depois do Carnaval. Durante os dias de Oktoberfest, a cidade catarinense recebe cerca de 600 mil foliões brasileiros e estrangeiros. Neste ano, os ingressos custam entre 6 e 20 reais. Mas quem chegar de "Dirndl" (vestido típico) ou "Lederhose" (calça de couro) entra de graça.

Os mascotes

Todos as Oktoberfest celebradas no Brasil têm seus próprios mascotes – tradição brasileira que não existe na Alemanha. Os bonecos participam de todas as atividades festivas e logo ganham a simpatia das crianças. Na cidade de Igrejinha, por exemplo, os mascotes são Hans e Hannah. Em 2008, para comemorar seus 10 anos, eles ganharam um casal de herdeiros: Frederico e Alice.

A rainha e as princesas da festa

A rainha da Oktoberfest e suas princesas representam suas cidades ao longo de todo o ano. Cada celebração tem a sua própria tradição. Em Blumenau, pode-se ver a influência dos concursos de beleza internacionais dos Estados Unidos.

"Belezas reais"

A cidade de Itapiranga também tem sua rainha e suas duas princesas da Oktoberfest (foto). Apesar de não existir na Oktoberfest de Munique, a escolha das rainhas e princesas é tradição na região de vinhedos dos rios Reno e Mosela, na Alemanha. As belas moças representam o vinho alemão durante um ano.

Desfiles de rua

Os desfiles de rua são uma das maiores atrações da Oktoberfest. Em algumas cidades, como em Santa Cruz do Sul, há até mais de uma parada. Os carros alegóricos extravagantes, os trajes típicos coloridos e as bandas de música, assim como os bonecos e o carro da realeza, lembram os desfiles carnavalescos que acontecem na Renânia.

Dança típicas

Os grupos folclóricos fazem suas apresentações durante os desfiles e também nos pavilhões – sempre ao som de bandas típicas e sob os aplausos do público. As mulheres vestem o tradicional "Dirndl" e os homens, "Lederhose".

Jogos Germânicos

Nas Oktoberfest do Brasil há muitas atrações que não existem em Munique. Entre elas estão os jogos germânicos. As modalidades incluem corrida de carrinho de mão, serra de duas pontas, cabo de guerra e, como aqui em Santa Cruz do Sul, bolão de bola presa.

Minidirndl

Na Alemanha, o tradicional "Dirndl" vai até a altura do joelho. Já no Brasil, eles costumam ser mais curtos. Uma razão para isso é o clima. Em outubro a temperatura chega aos 30 graus – na Alemanha, não passa dos 20 graus.


Prost!

Os Concursos de Tomadores de Chope em Metro são muito populares nas Oktoberfest do Brasil. Vence que beber um metro de chope em menos tempo, sem derramar ou tirar a tulipa da boca. O vencedor é anunciado no último dia da festa. A cerveja vem de fábricas nacionais ou de cervejarias locais com nomes alemães, como "Unser Bier", "Eisenbahn" ou "Wunder Bier".

Autoria: Christina Weise | Edição: Alexandre Schossler/Mariana Santos

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

1810: Primeira Oktoberfest


No dia 17 de outubro de 1810, a Baviera e sua capital, Munique, festejaram a primeira Oktoberfest de Munique, que nada tinha a ver com a multidão de turistas, enormes canecos de cerveja e o parque de diversões da atual festa na capital da Baviera. Naquela época, foi instituída uma corrida de cavalos para comemorar o casamento do príncipe herdeiro Ludwig, mais tarde rei Ludwig 1º, com a princesa Therese von Sachsen-Hildburghausen.
A festa, para a qual estavam convidados todos os moradores de Munique, aconteceu num parque longe do centro, batizado Theresienwiese, em homenagem à noiva. Lá, acontece a Oktoberfest ainda hoje, se bem que numa área maior e asfaltada.
O encerramento e ao mesmo tempo ponto alto da festa foi a corrida de cavalos, com a presença da família real da Baviera. O enorme sucesso fez com que fosse marcada outra festa para outubro do ano seguinte, e assim começou a tradição.
Na segunda edição da festa popular, foi acrescentada uma exposição agrícola à prova hípica. A intenção era prestigiar o setor primário bávaro, o que explica a presença de produtos rurais e carroças ainda hoje no desfile de abertura da Oktoberfest.
Em 1818, foi instalado o primeiro carrossel (do que hoje virou um enorme parque de diversões) e as primeiras tendas de cervejarias. Hoje em dia, já não há mais corridas de cavalos na Oktoberfest.
Muita coisa, entretanto, permaneceu e foi ampliada. Virou tradição que a maior festa da cerveja do mundo encerre no primeiro final de semana de outubro, sendo seu início marcado para exatos 16 dias antes.

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Casamento pomerano


Mesa farta, festa até o dia clarear e noiva de preto
O ritual do casamento pode começar meses ou até anos antes da festa, com a engorda de animais e cultivo e aquisição dos ingredientes. O convite é feito pelo hochditsbira, um dos irmãos da noiva, que sai a cavalo de casa em casa, todo enfeitado com fitas coloridas, levando uma garrafa de "rabo de galo", uma mistura de cachaças da região para servir aos convidados. Depois de um grito alertando para sua chegada, o hochditsbira declama o convite em "pomerod". Como sinal de aceitação do convite, uma moça da casa pega uma fita, que prende nas costas ou ombro do rapaz e oferece dinheiro pelo serviço.
Os preparativos para a cerimônia do casamento são feitos em mutirão, toda a comunidade participa e tudo acontece na casa da noiva: matam os animais, fazem a lingüiça e outras receitas de carnes tradicionais. Enquanto isso, um mastro bem alto é erguido para indicar aos convidados o local da festa. Ali fica presa uma bandeira com as iniciais dos noivos e umas garrafas com dinheiro. Mais tarde, na disputa de tiro ao alvo, o dinheiro vai premiar o melhor atirador. O primeiro tiro é do noivo.
Na noite anterior ao casamento, acontece o baile do quebra-louças. Uma senhora de idade, amiga da família da noiva, abre seu avental cheio de louça velha que se quebra aos pés dos noivos. Assim são espantados os maus espíritos e uma nova vida se inicia. A louça que fica inteira é guardada como símbolo de segurança. Ao som da concertina, todos dançam sobre os cacos enquanto os noivos tentam varrê-los para fora da sala. Os participantes dançam, comem miúdos de frango e bebem até a madrugada.
No dia do casamento, uma sexta-feira, parte pela manhã um comboio, antigamente a cavalo, hoje de carro ou na boléia de caminhão, decorado com flores e ramos, em direção à igreja. Reza a tradição pomerana que a noiva case de preto, segundo alguns, em respeito a todas as noivas violentadas pelos senhores feudais na Europa. Após a cerimônia, os noivos são recebidos de volta com uma salva de fogos e o tocador de concertina toca uma canção de boas-vindas, recebendo dos convidados uma gorjeta.
À espera de todos já está um mesa posta, repleta de assados, sopas, batata inglesa e doce, pratos de legumes, papa de arroz com leite com canela e bebidas. Os noivos se sentam em um extremidade, debaixo de um arco enfeitado com ciprestes e flores e ficam ali até que o último convidado tenha almoçado, é prenúncio de azar os noivos se levantarem antes que todos estejam satisfeitos. As mulheres dão aos convidados lembrancinhas cor-de-rosa para os solteiros e azuis para os casados, e assim também vão arrecadando dinheiro para as despesas.
Chega então o momento da fotografia, o quadro que vai compor parte da decoração tradicional da casa dos pomeranos. A fotografia é tirada com todos os presentes, normalmente em uma encosta para que todos possam caber na foto.
Ao final do dia acontece então mais um baile, aberto pelos noivos com o kranzaffdanza, a dança da grinalda. A noiva dança com todos os homens e, o noivo, com todas as mulheres da festa, os primeiros a dançar são aqueles que mais ajudaram nos preparativos. Durante a dança, três homens tentam tirar o véu da noiva para rasgá-lo e as mulheres os impedem, cobrindo a noiva com um lenço. Na manhã seguinte, depois da disputa de tiro ao alvo, o noivo derruba o mastro com um machado e encerra oficialmente a festa. Os noivos então, exaustos, coordenam o trabalho de limpeza da casa.
Tudo terminado, antigamente a noiva acompanhava o marido à sua nova casa levando os dotes: uma vaca, um cavalo selado, um baú com roupas brancas, vestidos e muita disposição para trabalhar. Já os homens recebiam dos pais um pedaço de terra de onde teriam que tirar o sustento para a nova família.

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Oktoberfest 2012: o mundo pode ser dinheiro em Munique


Cerca de três milhões e meio de visitantes na primeira semana: Isto é mais do que nunca.Oktoberfest turistas da Ásia e da Europa Oriental chegaram, e como sempre, muitos italianos vieram.

"A cerveja! A cerveja é claro, e as mulheres!" Maurizio ri de largura. Quando perguntado o que ele mais gosta na Oktoberfest, ele coloca a mão direita uma caneca de cerveja imaginário, com a mão esquerda, ele descreve em gestos largos clivagem dirndl suntuosa. Três amigos divide o Milan um espaço de estacionamento para trailers em um dos mais antigos acampamentos de Munique. Além disso, a laranja-cinza com estampas baratos em tendas metros de comprimento série. No telhado cobre chuva patter.

Sobre o meio-dia aqui é um murmúrio de vozes compacto colorido, inglês, russo, espanhol pedaços de frases, intervindo repetidamente italiano. A Oktoberfest já está mais de uma semana de idade - ea maioria dos campistas jovens estão de ressaca, rouca e feliz. O chuveiro pode esperar, não o café.Ouve-se bávaro Ska, o pop Checa outro. Todos congela na chuva. Ele se conecta.



Celebração vem ao médico

"Cerca de 3000 a 4000 de dano Euros precisamos substituir a Oktoberfest a cada ano", diz o acampamento seguidor-tenant Gerd: "vasos sanitários, pias, tanto é destruído durante a noite."

Mas antes que a limpeza é o negócio. Antes de o portão dos operadores turísticos acampamento construíram longas mesas. Os jovens turistas são recolhidos imediatamente após o café da manhã, carregado em ônibus e excursões de aventura carted ao Theresienwiese - e quando ainda mais a metade do relógio 11 passado à noite para baixo derramou o último nível e da tenda última cerveja fechada, a sede, mas ainda não satisfeito é. 445 cadáveres "cerveja" teve a Cruz Vermelha na primeira semana de atendimento, 74 mais que no ano passado.


"Temos mais de 500 por cento do tráfego mais do que o habitual, fácil!" gemidos uma funcionária da empresa de transporte de Munique (MVG) no balcão de informações. MVG referrers em coletes à prova de direção passageiros para as principais estações nos carros e, em seguida, sobre as escadas rolantes estreitas, conectar o submundo e gramado público. A Baviera ampla eo humor rude não subterrâneo todo mundo entende o "Zugroa'sten" (que é bávaro para "recém-chegados", ou seja, turistas) imediatamente -. Desempenhado olhar severo de pessoal de alerta, por outro lado já bastante Munique mostra organizado, superlotação e hospitaleiro.

Ano recorde 2012

O ano de 2012 é esperado recorde de vendas: Já Oktoberfest para a metade final de semana passado, mais do que nunca, os clientes vêm para a capital da Baviera, 100.000 a mais que no ano passado. A final do festival folk de 16 dias haverá mais de seis milhões. Apesar disso, ou por causa do mau tempo persistente na primeira semana, três milhões e meio de litros de cerveja foram consumidos. E há quatro anos, foi feito um levantamento representativo que os freqüentadores do festival, em média, gastam cerca de 60 euros.


Especialmente barracas tradicionais feiras como lojas de unhas, campos de tiro, e lixo têm cabines esta ingestão ano.

Mesmo o Hotel Baviera e Restaurant Association está satisfeito: Fins de semana quase todos os quartos disponíveis são reservados, apenas durante a semana ", pode-se talvez encontrar outra coisa", diz CEO Ralf Schell. A tendência para acampar ou para a propriedade privada a tomar no entanto.

Apenas um terço dos turistas estrangeiros
Cerca de 70 por cento dos turistas que vêm da região da Baviera, mais de um terço do exterior. No médio de viagem fim de semana na Oktoberfest italianos muito muitos - até 75.000, a cidade espera este ano. O seu programa? "Oktoberfest ontem, hoje o HB-pub" risadinhas, uma jovem de Florença - e refere-se ao Hofbrauhaus, que carrega um H e um B no logo da empresa.


Culto jóias Dirndl e figurino
Oktoberfest e os Hofbräuhaus já mundialmente famoso, porque estes dias não há dúvida nenhuma dúvida - mas a tendência traje estabeleceu-se internacionalmente, diz o proprietário de um mais de 260 anos de idade, loja de bijuterias no Hall da cidade de Munique. Nos últimos anos, ela encontra mais e mais clientes em os EUA, Ásia ou Rússia. Muito bem-vindas espera por você aqui, mas também para os convidados do país vizinho: "Os italianos sempre flertando com as mulheres, quando se trata É sempre divertido." E isso é verdade mesmo que alguns pedem para o momento mais encantador flertando da bebida - como Maurizio no Milan.

NOVA TURNÊ: Orquestra alemã KlangVerwaltung se apresenta no Brasil



A orquestra alemã KlangVerwaltung já iniciou sua turnê pelo Brasil. O grupo se apresentará em São Paulo nesta terça-feira (02.10) e quarta-feira (03.10), em Porto Alegre na quinta-feira (04.10), e em Salvador no domingo (07.10).

Fundada em 1997 na cidade de Munique, trará ao Brasil clássicos de Mozart, Haydn, Schubert e Bruckner. O grupo é formado por músicos provenientes de renomadas orquestras, como a Filarmônica de Viena, de Berlim e de Munique e se apresentará no país sob a regência do maestro Enoch zu Guttenberg.

Vencedora do Prêmio ECHO Klassik pela execução da 4ª Sinfonia de Bruckner em Viena, a Klang Verwaltung já se apresentou na Inglaterra, França, Itália, Espanha, Estados Unidos e China.

Apresentações
02 e 03.10, São Paulo: 21h, Sala São Paulo
04.10, Porto Alegre: 21h, Teatro do Sesi
07.10, Salvador: 20h, Teatro Castro Alves

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Última semana para conhecer melhor o Reichstag, em Berlim



Quem está em Berlim não pode perder os últimos dias da vídeo-exposição “Dem deutschen Volke – eine parlamentarische Spurensuche. Vom Reichstag zum Bundestag” (Ao povo alemão – uma busca por vestígios parlamentares. Do Reichstag ao Bundestag/Parlamento, na tradução livre).

Até 3 de outubro, Data da Reunificação Alemã, o público pode conhecer um pouco mais sobre um dos marcos históricos de Berlim e um dos pontos turísticos mais característicos da capital alemã. Contruído nas últimas décadas do século XIX, o Reichstag guarda 130 anos de história, que vão desde a época do Império Alemão, passando pela República de Weimar e o Terceiro Reich, até os dias hoje, em que é sede do Parlamento Federal.

O filme de 30 minutos é projetado na fachada de Marie-Elisabeth Lüders, um dos prédios que compõem o complexo governamental federal, às margens do Rio Spree, todas as noites, assim que começa a escurecer.

Para aqueles que podem assistir ao filme, o site do Bundestag disponibiliya o video online:



domingo, 23 de setembro de 2012

A Oktoberfest em traje de gala em Munique


A Oktoberfest não é só cerveja e juntas de carne de porco. Tradicionalmente, um desfile de traje popular é realizada com participantes de vários países europeus.
Cerca de 10.000 colaboradores participaram no domingo, em Munique, em traje tradicional e fuzileiros da Oktoberfest. Trajes cerca de sete quilômetros de extensão e grupos tradicionais alinhadas juntas para puxar pelo centro da cidade. Os grupos vêm de vários estados e de outros países europeus, como Itália, Áustria e Suíça. Estes incluem não apenas as equipes decorados das cervejarias de Munique mais de 40 carros duro decorado. Após o dia chuvoso primeira Oktoberfest no sábado o movimento começou em clima ensolarado.

O desfile de fantasias é um dos maiores do mundo. Semelhante ao dos últimos anos tornaram-se populares eventos medievais e folk, muitos participantes vestir que são desta época, a era rococó ou o Biedermeier inspirado. Bandas de música, bandas e clubes de tiro são tradicionalmente lá.

Um bom negócio

A Oktoberfest de Munique é um grande fator econômico. No ano passado, 6,9 milhões de pessoas visitaram a Oktoberfest. Cerca de 12.000 empregados garantir o bom funcionamento eo entretenimento dos convidados: Sozinho na sala maior festival, a tenda Hofbrau, há 10.000 assentos.

De acordo com cálculos do Departamento Econômico do valor baseada em Munique econômico da Oktoberfest 2011 foi de cerca de 1,1 bilhões de euros. O valor consiste em gastos diretos na Wiesn (cerca de 435 milhões de euros), alojamento (403 milhões de euros), bem como passeios, comida, compras, táxi ou viagens de autocarro e comboio (cerca de 276 milhões de euros).

Durante a Oktoberfest cerca de 7,5 milhões de litros (litros) de cerveja para beber, mas também dezenas de milhares de litros de vinho e champanhe no Wiesn 2011 para cerca de 6,9 ​​milhões de visitantes também teve mais de 522.000 frango assado, enchidos de porco quase 125.000, 69.900 de carne de porco e 118 bois inteiros e 53 bezerros consumido.

kgb / cv (AP, Reuters)

Vistas do Muro de Berlim


No meio do muro de Berlim retorno e arame farpado. O ex-fronteira Checkpoint Charlie travessia faz um vasto panorama da vida na fronteira entre a Alemanha de volta à vida.

O trabalho do artista Yadegar Asisi poderia alimentar o debate sobre o manuseio adequado do sítio histórico de novo. Asisi mostra sobre a circular 900 metros quadrados de pintura cenas simples do cotidiano. Olhares sobre o muro de Kreuzberg, em Berlim-Mitte dos anos 80 Uma mulher vai para uma caminhada com seu cachorro no Muro de Berlim. Não seria um muro à sua direita, ela podia ver a faixa da morte. A mulher ouviu a beleza da parede da vida cotidiana. Os visitantes a vista do outro lado da fronteira oeste parece mais assustador.

Nascido em 1955, em Viena Yadegar Asisi laços com seus monumentais imagens circulares dos panoramas grandes do 19 Século. Sua primeira panorama mais de 100 metros de altura gigante do Monte Everest em 2003, ele abriu um gasômetro de idade, em Leipzig.

A crueldade era natural

Em Berlim, o visitante olha de uma plataforma para uma cena, que durante anos foi o próprio artista diária: café sobre em sua cozinha, diz Panometer, ele tinha todos os dias olhou casualmente para a faixa da morte. "Eu vivi nos anos 80 em Kreuzberg ea parede. Panorama combina algumas das minhas experiências em muitas cenas e detalhes." Imagens semelhantes Asisi tinha em Berlim, Leipzig, Dresden e outras cidades alemãs já atraiu centenas de milhares de visitantes.

O edifício circular no Checkpoint Charlie antiga fronteira cruzando abriu neste domingo - um dia mais tarde do que o previsto, Asisi ainda podia trabalhar nos melhores pontos. 300 pessoas ao mesmo tempo encontrar no espaço rotunda. Ao lado, os turistas também podem visitar a Exposição Guerra Fria recém-inaugurado.

Nas imagens panorâmicas circulares no Checkpoint Charlie, o visitante experimenta um dia de novembro cinza: West fogo Berlim para a parede em uma fogueira de acampamento, dois homens aparafusadas a um velho, terno de cor viva. Turistas da Alemanha Ocidental olhar de uma estrutura de madeira para o leste. No fundo, cumprimenta silenciosas e pálida da Torre de TV. Você percebe que só depois de alguns minutos: o usuário é observado. Dois guardas de fronteira monitorar a plataforma através de binóculos. Esta era a vida nos anos 80, diz Asisi. Seu trabalho foi mostrar como cruel e, no momento, isso foi normal e cotidiana no Muro de Berlim. "Estou falando de pessoas que tiveram de chegar a termos com um pouco cruel."
gb / cv (dpa, EPD)

sábado, 22 de setembro de 2012

"O'zapft é" a 179 Tempo



Espera-se a cada ano com a tensão. Oktoberfest de Munique é frequentado por milhões de pessoas ao redor do mundo. Aqui, a tradição misturou com o comércio. E a polícia tem muito o que fazer.
Com a batida tradicional do primeiro barril de cerveja prefeito de Munique, Christian Ude tem a Ponto 12,00 relógio do meio-dia abre a Oktoberfest. Por 7 Outubro mais de seis milhões de visitantes são esperados para o maior festival do mundo. Os novos recursos incluem atividades especiais para as crianças, como passeios para grupos escolares e expedições de pesquisadores Oktoberfest. Para mais segurança para garantir a proibição de garrafas de vidro.
Rei tributo e resíduos de bebida
Este ano é o 179 Celebrado Oktoberfest - também o maior festival do mundo é de 202 anos de idade. A razão para a contagem diferente: Cerca de duas dúzias de vezes teve de ser cancelada por causa da Oktoberfest as epidemias, guerras e de inflação.

O festival foi o 1810 A idéia veio de um funcionário civil da Guarda Nacional da Baviera. Ele sugeriu que para celebrar o casamento de Ludwig da Baviera e Teresa Princesa de Saxe-Hildburghausen com uma corrida de cavalos grande. O banqueiro e Cavalaria major Andreas von Dall'Armi apresentou a proposta ao Rei Max Joseph I da Baviera - ele foi imediatamente preso. Oktoberfest havia muitos.

A ordem de cerveja da Baviera poderia ser adotada em 1516 estipulou que somente entre Miguel, a Festa de São Miguel (29 de setembro), ea Geórgia, no dia de São Jorge (23 de abril) brewed: A razão era simples . Nos cinco meses após ter sido banido as cervejarias de Munique para a produção de cerveja. O motivo foi o aumento nos meses de verão, quando o fogo Biersieden. No Outono, antes do início da próxima estação do resto da cerveja foi consumido a partir da mola.

Lucro ampla
A Oktoberfest de Munique é um grande fator econômico. No ano passado, 6,9 milhões de pessoas visitaram a Oktoberfest. Cerca de 12.000 empregados garantir o bom funcionamento eo entretenimento dos convidados: Sozinho na sala maior festival, a tenda Hofbrau, há 10.000 assentos.

De acordo com cálculos do Departamento Econômico do valor baseada em Munique econômico da Oktoberfest 2011 foi de cerca de 1,1 bilhões de euros. O valor consiste em gastos diretos na Wiesn (cerca de 435 milhões de euros), alojamento (403 milhões de euros), bem como passeios, comida, compras, táxi ou viagens de autocarro e comboio (cerca de 276 milhões de euros).

Durante a Oktoberfest cerca de 7,5 milhões de litros (litros) de cerveja para beber, mas também dezenas de milhares de litros de vinho e champanhe no Wiesn 2011 para cerca de 6,9 ​​milhões de visitantes também teve mais de 522.000 frango assado, enchidos de porco quase 125.000, 69.900 de carne de porco e 118 bois inteiros e 53 bezerros consumido.
Shadows (a festa que ruge)
A polícia tem muito o que fazer durante a Oktoberfest. Em 2010 ela realizou 2.175 operações. Devido aos muitos visitantes estrangeiros e policiais de outros estados estão incluídos. Junte-se 226.000 foram roubados Steins, que confiscaram os funcionários.48 crianças perderam e foram liberados para o escritório Children Fund. Havia 58 ferimentos por steins perigosas. Seis estupro após uma visita a Wiesbaden e 17 ataques sexuais foram registrados no total.

Cerca de 4.000 itens são feitos anualmente no Oktoberfest de achados e perdidos: jaquetas, blusas, telefones celulares, óculos, chaves, cartões de identificação e pelo menos uma dentadura tradicionais.
kgb / cv (AP, Reuters)



quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Reconstrução: a mostra de arte moderna primeiro



100 anos atrás, uma exposição de Colônia abalou o mundo da arte. A pintura mudou a visão da era moderna, a apresentação de obras de arte foi inovadora. Agora, este show é exibido novamente.

860.000 visitantes reuniram-se nos últimos meses, a Documenta de Kassel (13). Um registro. A alegação desta importante exposição de arte alemã desde 1955, mostra de arte de todo o mundo, incluindo a nível do tempo. Que mantém até hoje. Só tinha esta afirmação sido os criadores da exposição aliança chamada especial formulado em Colônia, em 1912. "A pintura altamente controverso do nosso dia" deve ser documentado ", são estrada moderna de sucesso" de. Os criadores do show - uma associação de artistas, colecionadores, profissionais de museus e galerias - tinha um sentido de missão. O público deve ser mostrado: dom é pintado na Europa! Estes são os pais do avant-garde! Assim, a exposição mais importante para a apresentação do modernismo europeu na Alemanha antes de 1 de Segunda Guerra Mundial.

Primeira exposição de tipo moderno

A Exposição Sonderbund ainda é considerado um importante precursor da Documentação. E não só isso, muitos historiadores da arte para a taxa de Colônia mostra como o primeiro tipo exposição de arte moderna, como o início de um período de nova exposição. Não é de estranhar que esta mostra de arte tão importante e importante tem sido exatamente 100 anos depois de "renascer". Das pinturas cerca de 650 da exposição histórica, o Museu Wallraf-Richartz agora exibe 120 imagens novamente em Colônia. "1912 - Missão Moderna" é o título desta exposição revivido.


"O que os organizadores conseguiram, em 1912, foi o primeiro grande panorama representação da modernidade - e também a sua manifestação na Alemanha", Barbara Schaefer ressaltou em entrevista à Deutsche Welle. Schaefer preparou a exposição em vários anos de trabalho meticuloso.

O público em geral não tem sido até agora

"O show Sonderbund é considerado como o protótipo de exposições atuais de arte, mas ela queria ensinar visualização comparativa Aqui reside a sua importância primordial, como o primeiro -. E talvez o mais importante - modelo histórico de arte para todas as exposições subseqüentes reclamar", disse Barbara Schaefer. O show foi uma sensação - mas sem sucesso. A cozinha caracteriza público não estava preparado. "O público fica surpreso que olha primeiro contorções apenas, distorções, em que não faz sentido é trazer", observou Hermann von Wedderkop, que depois escreveu que acompanha a exposição. E um repórter contemporâneo estava convencido de que "as pinturas da coleção de um pouco nervoso ou alienista que em uma exposição de arte pública" pertencia.

Na Renânia era mais aberto
As contorções e distorções originadas por artistas como Vincent van Gogh e Paul Cézanne, Pablo Picasso, Wassily Kandinsky, Macke agosto, Nolde Emil. A maioria dos artistas do passado já fazem parte do cânone da arte moderna. Isso foi em 1912, no entanto diferente: No Império Alemão, o clima era nada, mas de mente aberta, compreensão da arte ainda estava no fundo da 19 Século ancorado.Para mostrar as pinturas e esculturas em Imperial Berlim teria sido impensável. A Renânia industrial emergente com muitos colecionadores ea proximidade da França apresentou-se como uma exposição de mais. Embora ainda não havia duras críticas e mal-entendidos prevaleceu. Jornal local doméstico especulado abrir, você tem que proteger as imagens dos ataques, por isso "a raiva não leva em tribunal Lynch sobre eles."
Eram controversos, não menos importante, as imagens dos países vizinhos e seus convidados - fora pelos administradores então - influência sobre a arte alemã. "A exposição Sonderbund não foi apenas uma demonstração deliberada das influências fecundas do exterior, mas também mostrou reverteu o caráter verdadeiramente internacional do modernismo alemão novo", diz Barbara Schaefer. Vincent Van Gogh (barcos de pesca na praia em Saintes-Maries-
de-la-Mer, a nossa imagem acima), que foi o único partido com mais de 100 imagens, foi a estrela fixa do show, mas outros franceses, como Paul Cézanne, Denis Maurice e Paul Signac foi um monte de espaço. Além disso, ainda apareceu artistas desconhecidos como Pablo Picasso e Kandinsky. E austríacos (Egon Schiele e Oskar Kokoschka), escandinavos (Edvard Munch), suíço (Giovanni Giacometti, Ferdinand Hodler) e Holandês (Kees van Dongen, Piet Mondrian) foram vistos.
A Alemanha foi com grupos de artistas como o "Cavaleiro Azul" e "The Bridge" representados. Que medo a maioria dos visitantes, foi principalmente a dissolução das formas, a imagem apresentada do homem, o uso das cores. Todas as coisas que encantam hoje, em vez de irritar, mas depois parecia explosivos nos olhos de quem vê.

Última pendurado - e marketing!
Organizadores abordagem incomum a exposição há 100 anos, não apenas com a seleção de artistas. "Nova era uma partida com o tipo de exposições puros de vendas, a apresentação sobre as paredes brancas e marketing extensa", diz Barbara Schaefer.Antes de 1912, era comum para as imagens do enforcamento densamente espaçados eram visíveis acima e ao lado do outro.Tudo isso mudou a exposição Sonderbund. Ela não era nada menos que a "licença de shows de coleta sem rumo do século 19".E o que é auto-evidente, hoje, catálogos e guias curtas, brochuras, e uma sala de descanso, marketing e cartazes, tudo levou tempo começou.


Mesmo em os EUA provocou a emissão de um eco grande. E não só isso, a mais importante associação de artistas americana estabelecida em 1913, em Nova York, uma exposição de uma espécie semelhante. A arte moderna começou no Novo Mundo para conquistar. E na Europa? "A exposição Sonderbund para o mercado da arte produziu um efeito de novo até 43 anos depois, deverá ser comparável à de 1 em Documenta Kassel," arte historiador Bernd Klüser e pesando Bernadette Hege.

Uma exposição de episódios até o momento


Com poucas exceções, é improvável que tenha desenvolvido uma mostra de arte nas décadas seguintes, como puxar um. Grande arte mostra como a Documenta resolver hoje, apesar das multidões já não reação tão forte - para além dos debates acalorados na seção de recursos. Muito que você se acostumar com o explosivo de todas as formas e conteúdos de arte, também, o avant-garde encontrou o seu caminho, mesmo em pensamento burguês, "Homem do nosso tempo vivendo no meio de um caos da vida diária, que o chama constantemente com novas impressões", diz Barbara Schaefer , "esta pode ser uma razão pela qual as obras de arte não são mais capaz de irritá-lo." O show Colônia atual deve ser um maior sucesso popular do que o original. Mesmo quando o "choque de modernidade", os visitantes então capturados hoje mal consegue entender: É a percepção de que não foi um sinal da Alemanha naquela época. O mundo da arte foi abalada. Pelo menos, durante um curto período. Dois anos depois, derrubou o início da primeira Segunda Guerra Mundial em meio ao caos da humanidade.

Para um catálogo da exposição monumental foi publicado: "1912 A visão moderna do século Missão da aliança especial .." Richartz-Museum/Wienand-Verlag Wallraf, Colônia, 2012, 648 páginas, inúmeras ilustrações. W e ilustrações em cores, ISBN: 111 1 86.832 978 3

Guido Westerwelle: "A Europa tem um preço. Mas, acima de tudo, seu valor"



"A Alemanha já deixou a Europa uma vez em ruínas. No entanto, nossos vizinhos europeus nos deram a mão e cultivaram conosco uma Europa unida. Na Europa pode-se viver, aprender, trabalhar e viajar livremente. A Europa tem um preço. Mas tem, acima de tudo, o seu valor. Eu quero Europa!"

Confira no link abaixo o vídeo-depoimento da mensagem acima.




CAMPANHA "EU QUERO EUROPA"



“A Europa não é apenas uma questão da mente. AEuropa é e continuará a ser uma coisa do coração”. Assim, a Chanceler Federal da Alemanha, Angela Merkel, deu início, no mês de agosto, a uma nova campanha em prol do Velho Continente.

O projeto, iniciativa conjunta de 11 fundações alemãs sob patrocínio do Presidente alemão Joachim Gauck, tem como objetivo chamar a atenção para a Europa, mas sem falar de crise ou problemas, concentrando-se nos benefícios que a ideia de uma Europa Unida e forte trouxe, traz e trará para todos os seus cidadãos e Estados-Membros.

“Em meio a toda a polêmica e apesar de procurar o melhor caminho, devemos nos lembrar de uma coisa: a Europa não é apenas uma questão da mente, a Europa é e continuará a ser uma coisa do coração. A Europa é o nosso futuro”, afirmou Merkel.Sob o slogan “Eu quero Europa”, a iniciativa promove, na TV, nas rádios e nas mídias impressa e online a ideia de uma Europa forte. Personalidades conhecidas da política, esporte, cultura e sociedade, e cidadãos comuns, atuarão como embaixadores. Em declarações pessoais, "Embaixadores" do projeto, como Guido Westerwelle, Helmut Schmidt, Gesine Schwan, Philipp Lahm, Paul Van Dyk ou mesmo Florian Silbereisen, explicarão o que os conecta com a Europa e por que atuam em favor do contiente.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

A história da Oktoberfest muitos só pensa na festa mas esquecem da origem. Está em contagem regressiva a Oktoberfest München Deutschland.

Rei Ludwig I da corte pintor Joseph Karl Stieler.



A história da Oktoberfest


Aqui está uma oportunidade única para que você bata o pub para realmente pintar a cidade: Quem sabe quando e como o maior festival de cerveja do mundo começou? Leia e você vai ser mais esperto.
A idéia de

nenhum rei, nenhum ministro, não, um oficial civil colocar suas idéias lançou as bases para a Oktoberfest. É esta, na sua qualidade de membro da Comissão Nacional da Baviera Guarda sugerido para celebrar o casamento de Ludwig da Baviera e Teresa Princesa de Saxe-Hildburghausen com uma corrida de cavalos grande.
Banqueiros e A Cavalaria major Andreas von Dall'Armi apresentou a proposta ao Rei Max I José da Baviera - ele foi imediatamente preso. Oktoberfest A primeira em 17 deOutubro 1810 que era hora: Em honra dos noivos reais, no dia 12 Outubro teve gehiratet 1810, a corrida de cavalos em primeiro lugar e foi o precursor para a Oktoberfest no Theresienwiese, em seguida, ainda nos subúrbios vez. O nome para este "prado" foi depois retomado por meio da noiva princesa Therese e desde então tem sido Theresienwiese.


A esposa de Luís I: Therese de Saxe-Hildburghausen
E vamos nós

, um ano depois todos concordaram: O festival vai continuar a ter lugar. Os organizadores desta vez foi a "Associação Agrícola na Baviera" que usou corrida dura e cavalo para a apresentação simultânea de serviços rurais. 1813 teve a Oktoberfest pela primeira vez ser cancelado por causa das guerras napoleônicas. anos depois levou a Oktoberfest realizada como um evento privado de, até 1819, o conselho da cidade de Munique tomou o assunto em mãos. No futuro, a Oktoberfest de cada ano para comemorar e, sem exceção, sob a direção de Munique. Mais e mais estandes e Karuselle Veio para o que a Oktoberfest passou o seu caráter de carnaval.1850 foram novamente ficar bêbado realmente era: O guardião da Oktoberfest, a estátua do "Bavaria" foi revelado e dedicou uma parte do Hall da Fama. Nos anos seguintes, havia Oktoberfest novamente cancelada por causa epidemias de cólera e guerras. 1881 que era hora de celebrar mais um nascimento. Hendlbraterei O primeiro foi aberto e vendido o frango prado já tradicional para os visitantes famintos no final do século 19 Século, a Oktoberfest mais para a festa era como a conhecemos hoje. Elétrica luz iluminou as arquibancadas e Karuselle, mais e mais artistas foram atraídos pelo hype e as cervejarias construídas por populares demanda barracas de cerveja grandes com bandas ao invés de as cabines de cerveja pequenos.


© Munique Museu da Cidade de
cartões postais de Oktoberfest 1910
A 20 Century

's 100 º aniversário em 1910, em Bräurosl, que, com 12.000 assentos era então a maior tenda Oktoberfest 12.000 hectolitros de cerveja foram servidos. Mais e mais passeios novos e emocionantes foram abertos. Durante a primeira guerra mundial e segundo e no período de grande inflação nos anos 20 e nos anos do pós-guerra caiu da Oktoberfest e às vezes era substituído por pequenos festivais de outono. Após a Segunda Guerra Mundial, a tradição das corridas de cavalos foi com exceção do 150 1960 eo 200 º aniversário Jubileu 2010 não é retomada. bateu a primeira vez, em 1950, prefeito de Munique, Thomas Wimmer no barril primeira Oktoberfest no Schottenhamel. Uma vez que é uma tradição que a cada Oktoberfest abre com a batida do primeiro barril pelo prefeito e com as palavras "O'zapft é." Em 26 de Setembro de 1980, uma bomba explodiu na entrada principal da Oktoberfest, que matou 13 pessoas e feriu mais de 200 visitantes. Um dos mortos era o assassino Gundolf Köhler próprio ataque Oktoberfest é considerado um dos piores ataques da história da Alemanha.


© Oktoberfest.de
Oktoberfest hoje

Oktoberfest de hoje

Hoje, a Oktoberfest é o maior festival folclórico do mundo e atrai anualmente cerca de seis milhões de visitantes. Mais numerosos são os convidados do exterior, e não apenas os países vizinhos da Itália, Áustria e Holanda, mas também os Estados Unidos, Japão e Austrália são mencionados. Mais e mais, a Oktoberfest tornou-se o festival de cerveja de 2010 foram cerca de sete milhões de litros servido . Pop, pop e dança em bancos hoje determinar o humor marquise. Assim, a Oktoberfest não é inteiramente um "shooter" é, em 2005, a "Oktoberfest tranquila" foi introduzido: eles compartilham os anfitriões marquise encorajados apenas a partir de 18:00 relógio para tocar música e festa na frente para ficar com a Baviera música latão. Assim, o festival é também para as famílias e os convidados mais velhos não atraentes. 's 200Jubileu 2010 foi além da parte sul da uma Theresienwiese Oktoberfest histórico em vez disso, deve se lembrar dos velhos tempos. Houve um aconchegante, tenda festival familiar, uma rica programação cultural, Karuselle de idade e corridas de cavalos nos primeiros anos.



Guerras, bombas e cólera


Desde a sua criação em 1810, a Oktoberfest foi de 24 vezes - ou foi realizada apenas como um "Festival de Outono".
Guerras, epidemias de cólera e hiperinflação na década de 1920 causou a falha da   
Oktoberfest. 


1813
Bayern lutou contra Napoleão, a Oktoberfest tem de ser cancelado já em seu quarto ano, pela primeira vez.

1854
Munique é devastada por uma epidemia de cólera, que mata 3.000 pessoas.

1866
Bayern assume a guerra austro-prussiana em parte da Áustria. Embora em 23 de Agosto paz é feita quedas, a Oktoberfest deste ano.

1873
Por causa de uma epidemia de cólera que cai da Oktoberfest.

1914-1918
Durante a Primeira Guerra Mundial, não há Oktoberfest.

1919 e 1920
Depois da guerra, Munique comemorou apenas o menor "Festa do Outono" no Theresienwiese.

1923 e 1924
Hiperinflação força a cidade de Munique para o cancelamento da Oktoberfest.

1939-1945
Durante a Segunda Guerra Mundial, não há Oktoberfest.

1946-1948
Como após a Primeira Guerra Mundial, é também fim dos anos 40, apenas o "Outono Fest" como um evento de substituição.


Depois do atentado de 26 de Setembro de 1980, a Oktoberfest não foi cancelado - a Oktoberfest operacional descansou por um dia. O para decisão razões econômico causado muitas críticas à "Münchner Merkur", mesmo colocado em 30Setembro, seu relatório um prado. Mesmo a 11 Setembro de 2001 não levou ao cancelamento da Oktoberfest.




Oktoberfest registros e obscuras

Espanto e sorriso sobre as estatísticas de que há provavelmente na Oktoberfest:
Oktoberfest 100 anos e de cerveja, tanto como nunca antes: em 1910 houve novamente básicas para beber extensa, a Oktoberfest comemora seu 100 Aniversário. Razão suficiente para configurar a primeira cerveja de sempre. 12.000 hectolitros de cerveja na Oktoberfest deste mudou seus proprietários. Longest Pausa: Nos anos de 1939-1948 não encontrou nenhuma Oktoberfest-10 anos não Oktoberfest!Inicialmente funcionou por causa da Segunda Guerra Mundial nada, então final dos anos 40 apenas o menor "Festa do Outono" como um substituto.
maioria dos visitantes estavam ali para uma Oktoberfest aniversário: cerca de 7,1 milhões de pessoas visitaram a Oktoberfest em 1985. Por Oktoberfest aniversário? Por causa dos 24 festivais incomuns, a Oktoberfest, em 1985, foi apenas o 151-o evento em si, não havia mais exatamente 175 anos. Oktoberfest Os visitantes Karl Sorg tem 1960-1983 todos os anos durante a "sessão de fotos" em si retrata com a arma, por assim dizer: Quando atingido neste tiro uma foto do atirador é feito. Estranho, estranho: Tanto o 25 Oktoberfest aniversário em 1835 e depois, claro, o ano de aniversário de 1910 (100 Oktoberfest anos) e 1985 (175 anos) coincidem com o aparecimento do cometa Halley juntos.



Louder Marca:

Em 1908, Carl Gabriel apresentado na Exposição de Munique Park, a primeira montanha-russa na Alemanha, um ano mais tarde, Max pé Beck a primeira "figura-8 faixa" portátil na Oktoberfest. Em 1880, um showman aplicado com uma aprendeu família de cães para Oktoberfest . O pico Astrachen poderia alegadamente não apenas jogar cartas e dança, mas também reconheceu em fotografias todos os governantes da Europa. E que o cão pode ainda reivindicar hoje que? beber terrível vem na Oktoberfest bastante raro, um caso de 1901, no entanto, é evidenciado. Para os Srs. I. e M. Hager estava naquele momento no Bierbude Long um diploma para beber 10 grau concedido. Nós pensamos: Dez por pessoa - cinco medidas por homem seria ridículo. A conseguiu na época, provavelmente, ainda crianças, como você verá em breve.beber para mudança de sexo: sobre cartões postais antigos, como a Oktoberfest, a cerveja-bebendo crianças foram mostrados - não só o famoso Münchner Kindl, mas outras crianças. O primeiro era o caminho para masculino na década de trinta, era para as meninas. Obviamente, a medicina naquela época ainda era mais avançada do que geralmente se acredita.

A Baviera de torrada provavelmente não advém de Munique, mas sim a partir da ... Nordeste Baviera. O famoso "Ein Prosit der Gemütlichkeit" com o seu "One, Two, Three - Gsuffa" Sr. Bernhard escreveu Dittrich de Chemnitz. . Na Oktoberfest, é, no mínimo, estabelecido em 1912 como um visitante então notou desgostoso o piercing , para a abertura do primeiro barril de cerveja na Oktoberfest é uma tradição - ainda bastante jovem: Em 1950, fundou o então prefeito Thomas Wimmer. E já que todo mundo tem o seu sucessor antes de tocar provavelmente mais medo do que antes da eleição, por causa do número de choque necessária depende da reputação da "OB". Nosso atual titular do cargo, Christian Ude está indo muito bem:. Seu registro é de dois cursos da tenda maior cerveja Oktoberfest de todos os tempos foi o Pschorr Bräu tenda Rosl de 1913, que, com seus 5.500 metros quadrados oferecidos cerca de 12.000 pessoas. Hoje, o Festhalle Hofbrau com cerca de 10.000 pessoas, a maior tenda.



O porto felicidade - a história de sucesso de Lot




Ou Oktoberfest festival folk - o Losstände sobre esses festivais são geralmente rodeado de pessoas.
Ou Oktoberfest popular festival que Losstände sobre esses festivais são geralmente rodeado de pessoas. Também é sempre emocionante: Primeiro, deve-se a muitos como um pacote surpresa aberto e até mesmo enquanto estiver detido em frente a tensão de não: Ri um igualmente contra um rebite ou pelo menos tem um número vencedor impresso o que agora parece a todos com um visita Oktoberfest extensa torna surgiu por volta de 1816 como uma instituição de caridade para com os pobres: Na época, fez uma inflação de cereais criar muitos compatriotas difícil. das meninas dedo mindinho trabalhadoras feitas nas escolas para trabalhar e colocar Paperless atrás para o sorteio. z serviu como Grande Prêmios ., como porcelana, prata e jóias. Meias, tigelas ou pequenos retratos do rei foram destinados como prêmios de consolação.Em anos maus, a família real foi especialmente favorável e comprou grandes quantidades de pequenos lotes, a fim de distribuí-los entre os necessitados. Para este dia, a sorte porto realizada na Oktoberfest, e em cada festival. A tensão faz, porque quem não se acotovelam como uma criança "Vamos comprar os bilhetes?"

Gaudi sem passeios

© Oktoberfest.de
Sem eletricidade sem laço.Anteriormente, você tinha de diferente porque prazer é.
 

Sim, o que era, por isso sem eletricidade e, portanto, nenhuma estrela do Euro e trem fantasma? É simples: a Munique vêm-se com suas próprias piadas.
Em primeiro lugar, havia o arvorismo tradicional, uma atração que foi introduzida pelos agricultores na década de 1860: Os meninos tinham que percorrer até uma árvore de casca lisa.Uma vez lá, eles podiam escolher a partir de todos os tipos de coisas pequenas que foram corrigidos lá, seu preço. Além de carrinho de mão de corrida e corrida de saco também foi a Mus-alimentação extremamente popular. Os dois rivais se sentou em frente com os olhos vendados e alimentou o outro com geléia. A diversão dos espectadores circundantes levou aos olhos dos rostos manchados de curso não tem fim. Mesmo a antiga Munique sabia que o "cachorro-quente tirando" já. No entanto, foi na Oktoberfest, realizada em 1869 na forma de um início vôo quarta-ganso. Os competidores tiveram que se equilibrar em um rolo de comovente. Eles conseguiram isso com muita alegria até o fim, tentou fazer com que um pedaço de linha ligado a um fragmento de ganso e, finalmente, comer como uma recompensa.


Entretenimento gratuito no 2012/09/24 idosos


Cerca de 2.500 idosos são hospedados em Idosos, em detrimento da cidade de Munique e as tendas respectivos.
O que é o entretenimento sênior?

Durante Idosos em Schottenhamel, 250 idosos em detrimento da Secretaria de Turismo, a cidade de Munique e da Fundação Ludwig e Lina Petuel com cerveja, frango e pretzels entretido.Também em todos os outros grandes tendas de cerveja na Oktoberfest são idosos convidados e à custa de sua marquise anfitriões alimentados.
Para os idosos para proporcionar um ambiente típico da Oktoberfest, as bandas tocando naquele dia já a partir de 12:00 relógio. Quem pode participar do serviço sênior ?participação é apenas por convite. Os 250 convidados na tenda Schottenhamel Hofbräuhaus e seleciona o Departamento de Serviços Sociais da cidade de Munique. Os gerentes selecionar outros idosos carentes e enviar convites. Quando é o entretenimento sênior? 2012: 24,09, a partir de 12:00 relógio. 2,013 23,09, a partir de 12:00 relógio.

Wiesn-Hits para Crianças - O plano para a família

Através dos "Wiesn-Hits for Kids" oferece muitos tornaram-se amigos da criança, tanto para donos de restaurantes, bem como o showmen.
O plano "Acessos Wiesn para Crianças" vai encontrar informações interessantes para toda a família. Aqui os passeios para as crianças, carros de pônei e do teatro de fantoches estão localizados.
conselho muito prático em instalações para famílias são como a área de estacionamento de carrinho, no playground à beira da Oktoberfest, o centro de serviços com balneários e uma estação para as crianças, seus pais perderam de vista. Muito importante:. Menção do dia da família , onde e quando há "Wiesn-Hits for Kids"? De Oktoberfest início do plano "Batidas Wiesn para Crianças" de graça do Escritório de Turismo de Munique disponíveis: informações sobre os contadores do turista na Estação Central e da Marienplatz. No recinto da feira é "Acessos Wiesn for Kids" distribuídas pelos "guias Wiesn históricos" no metrô escadas Theresienwiese, a Oktoberfest posto na entrada principal e no stand da Oktoberfest Logo no cruzamento de Matthias-Pschorr-rua / anfitrião estrada Bude.



Protecção de menores no Wiesn


Todo mundo se diverte em algum momento vai chegar a um final-o mesmo para as crianças na Oktoberfest.
Crianças com menos de seis anos de idade, pode, depois relógio 20:00 já não nas tendas de cerveja não, acompanhados de seus pais ou outros adultos.
Grandes multidões de Oktoberfest são simplesmente demasiado perigoso e não para os anões pouco adequados.carrinhos são de domingo a sexta-feira das Wiesbaden iniciar 18,00 relógio permite. permitido aos sábados geralmente não carrinhos no recinto do festival, como o risco quando a multidão é muito grande. que não é de qualquer maneira recomendada, como os visitantes da Oktoberfest muitas passar não é possível, especialmente com um carrinho de bebê. A melhor época para visitar com crianças, a Oktoberfest é, durante a semana de abertura prado às 17h00 relógio, mas de preferência de manhã o mesmo. tardes e nos finais de semana, é a partir da experiência muito ocupado. Todos os passeios já abriu às 10h30 relógio, resultando em um visita Oktoberfest cedo para todas as famílias com crianças é possível. crianças menores de 16 anos, o consumo de cerveja proibida. Outra dica para um dia em família na Oktoberfest é um roupas espalhafatosas de seus filhos, de modo que você pode encontrar facilmente no meio da multidão. Crianças menores 16 anos, o consumo de cerveja é proibida. Quando essas regras importantes são seguidas, vai garantir qualquer Oktoberfest visita com toda a família um grande sucesso.


Original da parede da Morte Pitts

O Muro de Munique - Alemanha mostra o maior automobilismo
É uma atração histórica, porque o original foi construído em 1928: Wall Pitt Original da Morte mostra há mais de 70 anos, a escola artística drop-off. Homens magníficos e mulheres apresentam na caldeira. Com uma altura de 8 metros e um diâmetro de 12 metros maior exposição de automobilismo na Alemanha, seus passeios ousados

Acrobacias de tirar o fôlego, passeios de cegos ou de perseguição selvagem fascinam o público, quando as motos originais e karts chacoalhar através da caldeira.

E que a tradição é muito importante, que é: "sim modernizar a restauração, não." Portanto, a estrutura de madeira velha é mantida até o último detalhe, que agora é desta forma desde 1934 em operação. E a máquina - Escuteiros indianas - são originais que tenho a filha do imperador Guilherme II durante a sua visita a cara.

O passeio em ritmo acelerado durante o inverno de Menzel wonderland.
Há mais de 50 anos, o Zugspitzbahn Munique está representado na Oktoberfest, mas, apesar - ou por causa - seu caráter tradicional, que vai até o calor neste passeio. Com muita força e balançando a dois lugares de gôndola perseguição através da encantadora das maravilhas do inverno - eo direito no final do verão. E tão jovens e velhos podem se divertir, porque este passeio tem sido um certo status cult.

As gôndolas brancas e azuis circundar o boneco de neve e as montanhas de sonho e de neve e agite-o pelo cavaleiro corretamente. Não haverá um olho seco e muitos um som grito de alegria, quando a Zugspitzbahn novamente o pedal.


O Toboggan

Um slide gigante com a história.
Desde 1906, quando Anton Bausch construiu o Toboggan primeiro alemão a tradição parisiense, pode-se desfrutar este slide enorme torre. Para chegar ao topo da torre, você tem que procurar o conselho da correia transportadora em constante movimento transportando cerca de oito metros de altura, o que às vezes pode ser uma tarefa difícil. 1908, três cópias dos slides originais americanos estavam no Wiesn, existe hoje só quem comprou Hans Konrad 1920

Em seguida, o tobogã foi ao contrário de hoje duas lâminas e era muito maior. Mais tarde, a torre foi cortado de uma rampa e tobogã feito móvel. O casal viajou para Konrad Croácia longa, Itália e Áustria. Desde 1933, a gigante de slides do Conrad é uma vez por ano, em Munique, na nossa Oktoberfest. Na década de 70, mas as visitas foram eigestellt em países estrangeiros, viagens caras para o tobogã mais rentável.

Mas na Oktoberfest naturalmente você ainda será capaz de participar de uma glissade no tobogã ano mais de 70 anos!


Teufelsrad Feldl de

Habilidade músculos e rindo são treinados aqui também.

Desde 1910, o diabo já atende a diversão dos espectadores.Devido a esta prova de perícia, não é muito para provar a si mesmo como o "Rekommandeur", a ser concedido uma vez para a direita para um passeio. Enquanto em uma, é constantemente roda girando senta e tenta não cair é uma das Werner Simmerl, desde 1994, como "Rekommandeur" obra do diabo, alvejado com bolas de espuma e colocado em qualquer outra forma possível a cair.

No entanto, o "Freudenrad", como é chamado em tom de brincadeira para as pessoas que não são pego rapidamente, porque aqui temos que ouvir todos os tipos de típico da Baviera Scherzchen à sua custa. No entanto, nenhum é realmente ofendido e até mesmo Karl Valentin e Liesl Karlstadt tempo, tinha sido a sua alegria sobre o diabo. Aliás, é também um dos melhores passeios no Oktoberfest, porque você deve pagar uma entrada por horas como espectadores ficar na barraca e se divertir às custas dos outros.


Vamos para Schichtl

Desde 1869 Schichtls "original mágica teatro especialidades" representado na Oktoberfest.
Variedade será fornecido quando Schichtl. Desde 1869, Johann Schichtls "original mágica especialidades Teatro" é onde o visitante recebe principalmente curiosidades, como apresentar a decapitação de uma pessoa estar com a guilhotina, já está em operação e até hoje é muito popular. Enquanto isso Manfred Rekommandeur Schauer o teatro e diverte a platéia com frases inteligentes e os shows da Oktoberfest variedade, tem para oferecer todos os tipos de truques mágicos surpreendentes.

Desde 2001, os clientes também são tratados com "taberna Schichtls Celestial", onde você pode comprar uma variedade de bebidas para se refrescar e lanches. Isso ainda deve ser um pouco lembra a velha tradição de oferecer "limonada de framboesa caseiro com corante beijo de verdade", para que todos que já tinha visitado o reconhecível Schichtl por uma faixa vermelha no rosto. Há muitas lembranças aqui para o tradicional Oktoberfest e definitivamente uma visita.


A roda-gigante

Uma das atrações especiais da Oktoberfest - belo de se ver e absolutamente enorme.
Quem visita a Oktoberfest não deve desistir de um passeio na roda-gigante. A estrutura de aço enorme é um dos sucessores do chamado "russos rodas", que contou já no século 17 e 18, especialmente na Rússia, mas também na Turquia e outros países orientais muito popular. É claro que as rodas não eram, em seguida, quase tão grande quanto hoje. A roda gigante, que adorna o prado Teresien aos tempos prado, é de 50 metros de altura e no topo vai lhe dar uma visão das licenças de toda a cidade.

Especialmente em dias föhnigen a perspectiva particularmente bonito e vale uma foto, porque então você pode até mesmo ver para as montanhas. Das três rodas de Ferris, a família Willenborg possui é no Teresien gramado certamente o mais impressionante!


Poder Techno

Localizado na azáfama do DJ saudável joga aqui sobre os mais quentes hits.
O DJ no balcão música este carrossel de alta velocidade coloca sobre os mais quentes hits que um sistema de som especialmente desenvolvido (cerca de 4 kW) a condução da corrida de festival Raver-no topo. Sobre um corpo em rotação são seis boom com nove "suspenso" gôndolas ligado a uma transversal triangular. O corpo rotativo gira anti-horário, e se move para cima a uma velocidade crescente dobra o boom termina para os triângulos de gôndola hidraulicamente elevados. Durante o processo, aumenta a velocidade dos triângulos, a inclinação naceles de 90 graus e os passageiros "têm uma experiência de condução de um tipo especial que é viciante." Manfred Eckl tenho essa das empresas Tivoli (GB) e CMM (NL) concebidos e Construído em alto-go-round de volta da Suíça para a Alemanha - para o deleite dos apreciadores de cena que apreciam este passeio de emoção, como actualmente "mais selvagem passeio".


Prata Torre

Com a torre de 18 metros de altura de prata Manfred Georg Zehle são os negócios da família verdadeira sua estréia na Oktoberfest.
Wagemutigem júnior de 1,20 metros de altura é imediatamente ofereceu uma atração emoção, já que anteriormente era apenas para adultos. Uma cadeira especial e forma arco permite que as crianças aos seis anos com facilidade e segurança participar de um passeio. Diferentes programas de condução com queda livre e do "salto" efeito, não oferecem as outras torres, proporcionar diversão para todas as idades. ambiente amigável luzes LED deixar o irmão mais novo dos grandes torres de queda livre vai decolar. 

Hex'n Wipp'n

Não é ciência de foguetes para encantar jovens e velhos.Michael e Tanya Zehle fazê-la Wipp'n Hex'n a velha forma antes da forma moderna.
Uma casa de bruxa engraçado é perfeito para uma visita.Lugar tomado é no aconchegante salão de Gaudi, que oferece surpresas. Uma viagem totalmente louco através da luz e efeitos especiais de movimento para trazer convidados para se maravilhar. É amaldiçoada. Este naturezas selvagens domesticados caras e tímidos são felizes quando dá errado e todo o mundo vira aparentemente Schaukelart Este, também chamado de "casa giratória" é uma das mais antigas ilusões feira, e foi em 1894, após um idéia americana introduzido na Alemanha. Algumas cópias do balanço bruxas sobreviveram a este dia nas feiras. na Oktoberfest em Munique este ano, pode uma velha e uma nova variante a ser testado. Grande diversão para toda a família!


Power Tower II

A torre de energia é o destaque em qualquer festival tonturas ao ar livre.
Poder Ewald Schneider Tower II é a maior torre de queda livre portátil do mundo ea atração para os novos passeios na Oktoberfest deste ano. De quase 70 metros em menos de cinco segundos para baixo com segurança, que são cerca de 80 km / h, e um recorde mundial absoluto. Mas não com o acidente bastante simples, existem seis diferentes modos de condução que podem realmente não desejam os bravos passageiros aberto. Na segurança é, claro, com um passeio tão pródiga não um pouco salvos, é o selo de qualidade da TÜV Munique, endereço principal do mundo para as instalações provisórias.


Virar Fly

"Completamente livre", até 12 pessoas na marca do balanço de todos os nova sobrecarga por Thomas Clauss derSchwerkraft escapar quase 24 metros de altura, como as nuvens.
Como um barco de grandes dimensões, cujo balanço gôndolas girar sobre seu eixo, adicionalmente, faz este novo tipo de passeio "inversão" da oficina da KMG fabricante holandês. através da interação da swing diferente e os movimentos de viragem, uma experiência de condução inovador: Os três eixos rotativa condução rochas corpo até flashover, os assentos livremente detidas e passageiros de engomar apenas ombro pode desfrutar em queda livre. E agora, o pontapé para o público no chão oscilações mosca aleta na parte da frente, logo acima das cabeças do público e espectadores.

Parkour

O extremo esporte "Parkour" é um novo go-round, no dia 17 Julho de 2009 foi apresentado no Mercado Meadow Ehrbacher pela primeira vez para o público.
Como um atleta de parkour escolhe a rota mais curta e mais eficiente de A a B e de todos os obstáculos ao seu vice supera jogando, então o passageiro vai se sentir neste passeio de emoção da família com movimentos rápidos cima e para baixo com as pernas absoluta. A uma altitude de oito metros sem looping, e assim por toda a atmosfera Gerações é garantida.Efeitos de iluminação LED traseira do 28 pendurado "suspenso" gôndola em perspectiva. Parkour é uma evolução da diversão "pólipo" passeio lendário e também familiar. . Freqüência controlada motores ajustar o programa a condução individual para os passageiros que são garantidos por um sistema especial de contenção roll bar durante a condução é claro, vem aqui para o meio ambiente muito curto: apenas de economia de energia lâmpadas de LED são usados, o sistema hidráulico está sendo executado com Bio óleo hidráulico.Parkour é baseado no "Sound Factory" alto-go-round, que foi revisto em seu projeto inteiro e um novo olhar sobre os Amusement Rides Gerstlauer feitos na Alemanha para "Parkour"


Olympia Looping

O Looping Olympia é um clássico absoluto dos passeios na Oktoberfest.

Desde 1989, o ímã Looping Olympia para os visitantes da Oktoberfest, em Munique. Com uma velocidade de 100 km / h você correr 1.250 metros de largura por cinco de 12-20-pé loops. Como o "cinco looping", como ele é chamado frequentemente a primeira vez foi na Oktoberfest, era uma montanha-russa com cinco voltas ao redor de uma sensação, como tinha anteriormente apenas carros com mais de três voltas.

Esta característica foi o Looping Olympia, que como o nome diz, é um lembrete dos anéis olímpicos, um dos passeios mais populares no Oktoberfest e que não é muito diferente hoje. O loop de cinco é a única montanha russa portátil grande, o que é ainda para a fabricação de Schwarzkopf, meados dos anos 80 cessou a produção.

O Rutsch'n Munique

Neste slide, é possível deslizar uma mais de 50 metros.
Um slide de 15 metros de largura e 55 metros de comprimento já é algo especial. Assim, seu proprietário, o showman Adolf Stey visitou provavelmente a cada ano com ela a Oktoberfest de Munique, realizada com um de seus cinco passeios. E é pena, porque a lâmina azul e branco é um clássico da diversão na Oktoberfest e ainda popular com jovens e velhos. Devido ao seu tamanho (pelo menos 23 metros) e as suas cores típicas da Baviera ela é difícil de ser esquecido.

Como em ondas rolando, você vai se sentir ao deslizar em um dos nove órbitas e Gaudi não atrai apenas as crianças, mas também animado a cada ano, muitos adultos. Como o ditado é verdadeiro, os ecos de novo e de novo a partir dos alto-falantes do sistema de som: ". Se você escorregar uma vez desliza de novo"



Onda Swinger Circo do Mundo

Um dos representantes mais relaxantes do carrossel é este carrossel.
Se isso Geruckel aos passeios normais é muito, deve alinhar no carrossel. Este carrossel está girando em círculos, mas como todos os outros, mas é uma das mais pacíficas de seu tipo menos que você tenha problemas acima da média de equilíbrio, você pode dirigir com segurança com o folheto sem estar doente. A velocidade de rotação aumenta lentamente durante a viagem. Os assentos estão ligados a cadeias pela força centrífuga cada vez puxado para fora até que eles são quase horizontal para o chão.

O vôo onda whirligig era o mais antigo passeio na Oktoberfest desde 1919 e é apresentado pelo bezerro família. Devido a este carrossel é tão seguro e bem tolerado, é ideal para crianças e idosos, mas também para qualquer outra pessoa que tinha passatempos vez mais calmas. Em 2004, o clássico "vôo onda de Munique" por um novo modelo, o Wave Swinger Circus World, substituído.



The Haunting

Do confeiteiro para trem fantasma.

Se você quiser ter medo de mudar um pouco na casa assombrada definitivamente deve parar. O trem fantasma quase 60 anos, os judeus Karl Hofer foi construído em 1947, tem status quase de culto. Karl Hofer judeus já tinha alcançado uma certa notoriedade em 1923, a Oktoberfest, mas por sua confeitaria e doces feitos lá mesmo. 1.945 judeus Hofer, mas mudou a área e construiu uma casa assombrada a partir de restos de guerra de um confeiteiro.

Com a fábrica de bruxas que ele fez a partir de 1952 viagens para a Dinamarca, Finlândia, Suécia e outros países. Hoje, a casa assombrada tem dois andares e os espíritos que falam e até mesmo viver. A visita à Câmara dos Horrores é definitivamente vale a pena!


Freefall

Aqueles que sempre quis experimentar bungee jumping sem risco, e, especialmente, não tem medo de altura é aqui mesmo.
Michael Goetzke tornou possível com a sua torre de 50 metros de altura, que, aliás, foi a primeira torre de queda livre portátil do mundo. Juntamente com 23 outras pessoas, você está no alimentado por comprimido plataforma ar jogado cerca de 42 metros no ar e depois acelerar em um mergulho de volta à Terra. Freefall diversão garantida para todas as idades e é para toda a família uma grande experiência, o você não deve perder.


O Bahn Alpina

A montanha-russa da família com um agradável, passeio em ritmo acelerado, mas é novamente convidado da Oktoberfest. Por Werner Stengel, projetado e construído por Anton Schwarzkopf, em nome de Oscar equipamento fracionário celebrar 1983 como Himalayan Railway em Rheinkirmes estréia em Dusseldorf.
Por Werner Stengel, projetado e construído por Anton Schwarzkopf, em nome de Oscar equipamento fracionário celebrar 1983 como Himalayan Railway em Rheinkirmes em Dusseldorf Premiere.Sie é considerada a primeira montanha-russa "temática" sem looping, e oferece aos passageiros a sensação de ausência de peso pelo assim chamado "tempo de antena" efeito, o Stengel Walter e sua equipe aqui. A uma velocidade de 80 elevadores fora do passageiro e experimentados por quase dois segundos, como a força da gravidade é definida aparentemente suspensa. primeira vez em um sistema portátil, havia também cinco trens com cinco carros para cada 20 pessoas que viajam durante os períodos de pico, ao mesmo tempo . Em 1987, o passeio tornou-se conhecido como "montanha-russa", apresentado na feira. Em 1994, a ferrovia foi a última vez na Oktoberfest. , em 1998, havia quebrado o negócio Oscar-up da empresa no AFAW Stuhr perto de Bremen Personalizar com painéis de madeira adequada para "Alpina Bahn". Até à data, a facilidade é a montanha-russa mais longa e maior transportável sem sobreposição do mundo.



Os seis cervejarias de Munique

Nas tendas Oktoberfest após uma longa tradição de cerveja de Munique só pode ser servido. Este é caracterizado por uma tradição particularmente longa e, por conseguinte, a experiência na fabricação de cerveja e, claro, a adesão estrita ao Reinheitsgebot. Aqui está um resumo dos seis Oktoberfest cervejarias.
Agostinho

fundou a cervejaria Augustiner 


1328 é a mais antiga da cidade de Munique. Ele tem suas raízes no mosteiro agostiniano de Neuhausergasse. Mesmo assim, havia no mosteiro também tem o seu próprio Ausschenke, que era muito popular com o nativo. Como parte do processo de privatização, a cervejaria movida na 19 Século, inicialmente no Straße Neuhauser 27 a onde hoje existe o restaurante Augustiner popular, e mais tarde no Strasse Landsberger, onde a cervejaria ainda residem e onde o Bräustüberl rústico com uma série de pratos a preços acessíveis, Baviera. O jardim da cerveja Augustiner Keller e do Jardim cervos em Munique são muito populares. O único dos Munique agostiniano cervejas tem o formato típico garrafa menor com maior barriga.
na Oktoberfest, é a 6 por cento Augustiner festival de cerveja Oktoberfest na tenda Augustiner e no Vroni Fischer. A cervejaria usados ​​como os restantes apenas tradicionais barris de madeira, conhecidos como veados, para armazenamento. Hacker Pschorr A cervejaria foi fundada em 1417 no restaurante de hoje no Velho Hackerhaus Sendlingerstrasse e desenvolvido no 18 Século sob a liderança casal José e Maria Theresa Hacker Pschorr cervejaria Munich também. 

Hacker Pschorr 

e mais tarde foi continuado pelos filhos como cervejarias separadas e só foi 40 anos, novamente uma marca comum. A cervejaria agora está localizado nas mesmas instalações como a cervejaria Paulaner. Desde 2007, a cerveja Hacker Pschorr é vendido de volta para a tradicional garrafa com top swing. na Oktoberfest, há o mais fraco cerveja com 5,8% na tenda Hacker (céu da Baviera) eo Bräurosl.


Hofbrau

A cervejaria foi fundada em 1589 sob Wilehlm V.. Sua sede original foi na cervejaria chamado Platzl o Hofbrauhaus, que ainda é uma taverna popular e um dos principais pontos turísticos de Munique. No 19 Cervejaria do século foi nacionalizada e mudou-se para a falta de espaço no interior de Viena Street, onde há ainda a Hofbräukeller com o jardim da cerveja bonita. Por cerca de 30 anos, a cervejaria está agora localizado em Munique-Riem.
em 6,3%, a cerveja Hofbrau o mais forte dos Oktoberfest cervejas e é servido apenas na barraca Hofbrau.

 Löwenbräu

Até o final de 14 Século, a história de 
Löwenbräu cervejaria traçado na cova dos leões. No 19 Século, para a empresa de médio porte desenvolvido no âmbito da família Brey para a maior cervejaria em Munique e mudou-se para que o forte crescimento no Nymphenburgerstraße, onde ele ainda está localizado hoje. Desde 1883, há perto de da cervejaria famosa Lowenbrau Keller em Stieglmaierplatz. característica do Löwenbräu marca é o leão. famoso é o leão enorme na tenda Oktoberfest Lowenbrau, os abana o rabo e rugidos. 's na Oktoberfest ele Lowenbrau barraca de cerveja ao lado da tenda Löwenbräu também em Sagitário. O Lowenbrau cerveja Oktoberfest tem 6,1% de álcool.


Paulaner

fabricado desde 1634 no mosteiro da ordem Pauline na Rua Neuhauser, a cerveja Paulaner é a mais jovem entre as cervejas de Munique. Primeiro, a cerveja foi servido em público apenas em feriados. A receita de cerveja forte, que rapidamente se tornou muito popular com as pessoas de Munique, vai voltar para um Barnabé determinado irmão. Sede da cervejaria está agora no Nockherberg em cujo restaurante também o festival anual de cerveja forte com o famoso político Derb-lambe (brincadeira) ocorre sob a direção de um Barnabé Irmãos eleitos.
Oktoberfest Paulaner cerveja tem álcool 6% e está em Winzerer Fähndl, tenda Ballesteros e besouros na tenda.Paulaner cerveja de trigo, que também dá o vinho de Nymphenburg ea barraca de champanhe.

 pá

 pá A cervejaria foi fundada em 1397 e foi resolvido nos primeiros séculos de Neuhausergasse. Desde 1807, a cervejaria é agora propriedade da família Sedlmayr e logo se mudou para a Rua Marte, onde ele ainda está localizado hoje. Característica da marca é uma pá branco sobre fundo vermelho, e as iniciais Gabriel Sedlmayers. Da mesma forma, no Sedlmayer família e, portanto, hoje associada Spaten é a cervejaria Franziskaner.cerveja Spaten e Franziskaner é servido na Oktoberfest em Schottenhammel, local do piercing, o Hipódromo, o Ochsenbraterei e, claro, o Festhalle Spatenbräu. A cerveja tem 5,9% de álcool.


Marcas de cerveja


Muito conveniente e muito popular, especialmente para as empresas: As marcas de cerveja.
Cervejas só estão disponíveis a partir de sua tenda em si, os números de telefone, consulte a nossa visão tenda.
marcas de cerveja não utilizados não são inúteis no final da Oktoberfest, mas podem ser resgatados em vários locais dentro e ao redor de Munique. Para uma lista de restaurantes onde as outras marcas pode ser resgatado aqui.


O preço de cerveja e as vezes servindo






O que você precisa saber Wiesnbier:
A força vital da Oktoberfest é o ouro líquido: Mais de 6 milhões de litros de cerveja estará bem servido novamente.Preço: O preço da cerveja é este ano entre € 8,30 e € 8,90.cerveja: Dias úteis: 10,00-22,30 relógio aos sábados, domingos e feriados: 9,00-22,30 relógio toque de recolher:23,30 relógio



O concurso

A cada ano, antes da batida tradicional pelo prefeito de Munique, os senhorios Oktoberfest de Munique e Cervejarias puxar adornado com um carro lateral no Theresienwiese. Um dia depois, cerca de 9.000 membros de trajes tradicionais e clubes de tiro ou bandas que marchavam pela cidade e apresentar os milhões de telespectadores em Munique e na frente da tradição mundo da TV e dança folclórica. Aqui está o mapa da rota dos dois concursos.


O Traje e fuzileiros

Todos os anos os clubes do traje e arma desenhar no primeiro domingo da Oktoberfest de Munique até o Theresienwiese.


O Traje e fuzileiros
No primeiro domingo de cada ano, Oktoberfest e Proteger trajes tradicionais marcha através de todos Munique.
Onde está o Traje e fuzileiros?
A campina marcha da seguinte maneira em cada ano de uma rota fixa, a partir do Maximilianeum em Maximiliano e rua residencial, onde ele lidera a Opera House.
onde ele se vira e vai mais longe do que a Praça Odeon, onde ele a caixa de honra que vai acontecer com o primeiro-ministro e do prefeito. continuará via Briennerstraße para Maximiliansplatz para Lenbachplatz Stachus (Karlsplatz), e para a rota do sol até o Schwanthalerstraße. atingiu mais de Paul-Heyse-Strasse e do Imperador Louis Square O trem, finalmente, a Theresienwiese. Porque é que o traje e fuzileiros?


O Traje e fuzileiros em 1835 foi realizada pela primeira vez - na época em honra do casamento de prata do rei Ludwig I da Baviera e Teresa. Desde 1950, esta é agora uma parte integrante da Oktoberfest. Todo primeiro domingo da Oktoberfest traje e clubes de tiro, arrastando Munique Theresienwiese.






Tomar parte em traje e fuzileiros

O Traje e fuzileiros
Quando é o traje e fuzileiros?
Tradicionalmente, os clubes de roupa e arma de Março, sobre a primeira Oktoberfest de domingo a Munique para a Theresienwiese.
partir do relógio 09:40 da manhã, seguido pela procissão da rota estabelecida. Há algo de Traje e fuzileiros ver? Cerca de 9.500 contribuintes apresentar uma variedade de trajes, costumes e dança folclórica. Elas se movem de Maximiliano de rua por meio do centro de Munique para a Oktoberfest. Muitos estados alemães são representados com trajes e grupos de música e fazer uso, bem como visitantes da Europa (por exemplo, da Itália, Croácia, Áustria, Polônia, Suíça) participaram na procissão de sete quilômetros e este particularmente interessante. festiva vestida Trachtler alterar um padrão de colorido dos esportes e as tropas de montanha, bandas, grupos históricos do traje, malabaristas e fanfarras e vacila bandeira colorida. Além do cervejarias de Munique, que estão representados aqui com suas carruagens esplêndidas, fazer mais do que 40 carros alegóricos decorados festivamente e carruagens este trem únicas. Desponta o trem da Münchner Kindl, o marco da cidade de Munique. Nos seguintes treinadores manter alguns convidados especiais em como o prefeito ou o primeiro-ministro e dar o trem ainda mais brilho.


Grande entrada da Oktoberfest Senhorios e cervejarias 

Grande entrada da Oktoberfest Senhorios e cervejarias

O prelúdio festivo para a Oktoberfest oficial é o início da Oktoberfest Senhorios e coleta de Breweries.
Carruagens-flor enfeitada com o. Hospeda os Oktoberfest salões e suas famílias enfeitado, carros alegóricos com garçonetes da caneca de cerveja balançando, as bandas das tendas e os carrinhos de magnífico esplendor do cervejarias de Munique com barris de guirlandas umkranzten atração da Estrada do Sol na Theresienwiese Quando é a grande entrada da Oktoberfest Senhorios ? A grande entrada da Oktoberfest senhorios é o prelúdio oficial da Oktoberfest. Ele é, portanto, a primeira Oktoberfest sábado antes do famoso "O'zapfen" teve lugar este ano no sábado 22 Setembro de 2012, 10:50 Relógio Onde o Einzu os proprietários junto? A marcha começa na Josephspitalstraße Sendlinger atrás do portão, segue para a Estrada Sol e vire à esquerda na Schwanthalerstraße. Aqui ele vai direto para o Bavariaring de onde ele vai diretamente para o host Bude Street e nas tendas respectivos. Quem participa do grande entrada da Oktoberfest Senhorios e cervejarias? total de tomar cerca de 1000 contribuintes que frequentam este alimentador agricultores. No topo do trem, que foi realizado pela primeira vez em 1887, o Criança Munique a cavalo - que tradicionalmente o prefeito de Munique segue um treinador rígido. Eles são seguidos pelos carros esplêndidos da Oktoberfest Senhorios e cervejarias. Mesmo os artistas e comerciantes do mercado da Oktoberfest apresentada em um carros alegóricos puxados por cavalos, nobres para a Oktoberfest. Como posso reservar um lugar nas arquibancadas? Uma vez que os cartões disponíveis e os locais das arquibancadas são conhecidos, você pode mapear pré-encomenda em: Ticket München GmbH Postfach 20 13 14 80014 Munique Tel: (089) 54 81 81 81 Fax: (089) 54 81 81 54 . e nos locais de venda habituais bilhetes Bancada: 24,50 €


http://www.oktoberfest.de/de/