quarta-feira, 8 de maio de 2013

A imigração de San Marino no Brasil / The immigration of San Marino in Brazil



 A partir do final do século 19, San Marino emigrantes, que até então tinha escolhido quase exclusivamente regiões italianas para atividades sazonais, juntou-se aos grandes fluxos migratórios para as Américas. Aqueles que se instalaram na América Latina alimentou a esperança de se tornarem proprietários de terras, tendo em conta a disponibilidade quase ilimitada de terras nesses países. Entre todos os países sul-americanos, o Brasil foi, inicialmente, o destino preferido dos emigrantes San Marino. A fim de atrair e regular parte dessa migração intercontinental, o governo brasileiro introduziu algumas medidas políticas, econômicas e legislativas, como o financiamento da viagem e a distribuição de terra, no início de forma gratuita e, posteriormente, em condições particularmente favoráveis. O financiamento total ou parcial da viagem foi principalmente concedido a famílias de agricultores, a força de trabalho Brasil principalmente necessário. A partida de numerosos grupos de pessoas de San Marino em 1895 para o Brasil marcou o início da migração San Marino para este país, especialmente ao Espírito Santo. Na verdade, a maioria dos emigrantes San Marino resolvido em alguns municípios do sul do Brasil, onde as grandes plantações de café foram localizados. Aqui, após a abolição da escravatura em 1888, a nova ordem econômica impôs uma reorganização da força de trabalho, com o emprego de imigrantes e um repensar dos modelos de produção existentes. Esse fluxo migratório foi altamente concentrada no tempo e no espaço: o banco de dados criado a partir do navio registra no Arquivo do Estado de Vitória, capital do Espírito Santo, mostra que, em apenas nove meses, de dezembro 1895 a agosto de 1896, 458 San pessoas Marino entrou neste estado brasileiro. Essa concentração foi em grande parte devido a um decreto emitido pelo Governo italiano, em 1895, que proibiu os agentes de emigração para organizar viagens para o Estado do Espírito Santo. Na base deste decreto foi a suposição de que as regras de imigração e as condições econômicas, climáticas e saneamento na região eram de molde a causar danos muito graves para os emigrantes. O resultado foi uma redução drástica nas partidas da Itália para o Brasil, o que inevitavelmente preocupado também a República de San Marino. Conseqüentemente, os grandes proprietários brasileiros, que precisavam de trabalhadores para suas plantações, começou a recrutar agentes de emigração. Essas pessoas, contratados também pelas empresas de transporte, operado principalmente em áreas rurais, onde o seu trabalho foi facilitado pela alta taxa de analfabetismo.
Muitas pessoas San Marino, atraídos por essas promessas e afetado pela crise econômica do setor agrícola, decidiu emigrar para o Brasil por volta de 1895. Famílias inteiras, incluindo também 10 ou mais membros, deixou a República. E isso foi em linha com a política de imigração desse Estado sul-americano, que visa atrair um fluxo de imigração adequada para a solução definitiva das terras aráveis. Isso também implicou um aumento considerável no número de partidas de crianças e mulheres, totalizando, em conjunto, a 43,3% de todo o fluxo de emigração para o Brasil. Muitos emigrantes, depois de desembarcar em Vitória e passar algum tempo na Hospedaria dos Imigrantes, mudou-se para Cachoeiro de Itapemirim, no sul do Estado, e, posteriormente, Muqui, Mimoso do Sul e Apiaqa, os municípios rurais que ainda baseiam sua economia na agricultura , a produção de café e criação de gado. Esses mesmos municípios ainda sediar o mais numeroso grupo de brasileiros originários de imigrantes San Marino, apesar de muitos dos descendentes dos primeiros emigrantes San Marino mudou-se para as áreas mais urbanizadas do Estado e, especialmente, em Vitória.


        


Nome nativo: San Marino
Nome em inglês: San Marino
Capital: San Marino
Regime: República
Idioma: Italiano


Consulados

 Consulado Honorário de San MarinoEndereço:Rua Veneza, 215Cidade:São PauloEstado:São PauloCep:01429-010Telefone:(0xx11) 3168-9725 Email:consolatosanmarino@bol.com.brSite: http://www.geocities.com/infosanmarino
Jurisdição: Todo território nacional

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.