quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Nasa afirma que 2012 está entre os dez anos mais quentes da história


Desde 1976 as temperaturas globais estão acima da média do século 20. Cientista afirma que a próxima década deverá ser mais quente do que a anterior.
 A temperatura global média registrada no ano passado foi de 14,6°C, o que significa uma temperatura acima da média do século 20 pelo 36º ano consecutivo.
"O planeta está em desequilíbrio. É possível prever que a próxima década será mais quente do que a anterior", disse o diretor do Instituto Goddard de Estudos Espaciais da Nasa, James Hansen.
Desde que as medições começaram, em 1880, a temperatura global média subiu 0,8°C, de acordo com a Nasa, a Aeronáutica e a Administração Espacial dos EUA. O Instituto Nacional de Administração Oceânica e Atmosférica dos EUA (NOAA, na sigla em inglês) também constatou que 2012 foi um dos anos mais quentes da história, classificando-o, porém, como o décimo mais quente.
O planeta está mais quente do que a média do século 20 desde 1976, e apenas um ano do século passado, 1998, foi mais quente que 2012. Cientistas céticos em relação ao aquecimento global usam o ano de 1998 como termo de comparação para afirmar que o fenômeno já chegou ao fim.
Hansen argumenta que 1998 não foi um ano representativo, pois nele ocorreu o El Niño, provocado por correntes de ar quente do Pacífico. "A década passada foi claramente mais quente do que a última do século 20", diz.
Na contramão, segundo dados do NOAA, na maior parte do Alasca, no extremo oeste do Canadá, na Ásia Central e em áreas dos oceanos Pacífico e Antártico, as temperaturas registradas em 2012 foram mais frias do que a média.
MC/afp/rtr
Revisão: Luisa Frey

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.